Por categoria:

  • Recursos Humanos

Employee experience: uma metodologia focada em resultados

Letícia Beilfuss
  • 27 de junho de 2022
  • 8 min de leitura
infopeople

O futuro do RH promete um setor mais social, voltado para visões estratégicas de valorização dos colaboradores e buscando o melhor clima organizacional para atingir os objetivos da empresa. Por isso dizemos que os Recursos Humanos estão entrando numa era de Experiência, focados em responder a seguinte pergunta: como criar um ambiente em que as pessoas se estabeleçam porque querem trabalhar ali e não apenas porque precisam? É aí que surge o employee experience. 

Uma pesquisa recente da Deloitte apontou que 80% dos executivos de RH acreditam na importância do employee experience, mas apenas 22% consideram que sua organização está o executando com excelência. Por isso que hoje o nosso artigo é sobre esse assunto. Continue lendo para entender melhor o que significa o conceito e como implementá-lo na sua empresa. 

O que é employee experience?

Antes de sair apresentando um projeto sobre o assunto para a sua liderança, é importante que você entenda bem do que se trata esse conceito. Em tradução livre, o termo em inglês significa “experiência do colaborador”, ou seja, uma série de ações que, quando implementadas, fortalecem o elo entre empresa e colaborador. 

Desse modo, o employee experience faz parte de uma estratégia de gestão de pessoas, voltada para a adoção de medidas que valorizem os funcionários e demonstrem sua importância para a organização. Isso é resultado da evolução dos Recursos Humanos e seu papel na compreensão de que o capital humano é o mais importante de uma empresa. 

Vale destacar que cada colaborador pensa de uma forma e requer mecanismos diferentes de valorização de seu trabalho. Por isso, não existe uma receita padrão de como melhorar a experiência do colaborador na empresa, mas algumas práticas básicas podem ser adotadas. Comece pensando em três forças principais para fortalecer seu employee experience:

  • Ambiente físico: proporcione espaços de atuação agradáveis, ergonômicos para cada atividade desempenhada, com infraestrutura acessível para todos, arejado, seguro e confortável;
  • Ambiente tecnológico: esteja atento ao mercado para sempre fornecer as melhores tecnologias para desempenho de cada função, otimizando a rotina e possibilitando um crescimento profissional do colaborador;
  • Ambiente cultural: promova ações de interação entre as equipes e assegure que, tanto líderes, quanto colaboradores, estejam sempre alinhados com os valores da empresa.

Qual a importância da experiência do colaborador?

Mas por que tanta preocupação com o employee experience? Não basta apenas remunerar bem os funcionários? A resposta é um sonoro não. Hoje, entende-se que os colaboradores conseguirão atingir melhores resultados quando se sentirem satisfeitos e realizados com suas funções e com a empresa em que trabalham. Por isso a importância de traçar estratégias que valorizem suas ações, demonstrando sua importância para a organização. 

Considerando a carga horária média de uma jornada de trabalho no Brasil, de 8h por dia, passamos cerca de 2.032 horas por ano em nossos empregos. Isso representa 84 dias completos de nossas vidas em que passamos trabalhando. Tempo demais, né?  Então, é fundamental que o ambiente organizacional seja atrativo, respeitoso e de qualidade.

Quais são os benefícios do employee experience?

Um dos grandes benefícios de adotar estratégias de employee experience na empresa é a aprendizagem organizacional proporcionada, ou seja, a conquista de profissionais que, por se sentirem valorizados, serão motivados a buscar inovações para suas funções e, consequentemente, um crescimento da empresa em que trabalham. Mas os benefícios do employee experience não param por aí, ele também é responsável por ajudar organizações a captarem novos talentos, reduzir as taxas de turnover, aumentar a produtividade e muito mais. Confira abaixo alguns desses benefícios. 

Melhora as relações interpessoais

Apesar de as principais interações entre colegas de trabalho estarem relacionadas às atividades da rotina, é comum, e inclusive interessante, que por passarem tanto tempo juntos, outros assuntos surjam e acabem desenvolvendo relações que vão além do trabalho. Dessa forma, estratégias de employee experience estimulam esse diálogo e, principalmente, boas práticas de interação entre as equipes. Fortalecendo, assim, a comunicação e os relacionamentos interpessoais. 

Quer mais uma prova do que estamos falando? Em uma pesquisa desenvolvida pela Queens University of Charlotte, dos Estados Unidos, 74% dos líderes afirmaram que preferem contratar pessoas com base em suas soft skills, ou seja, observando suas habilidades de relacionamento com as pessoas, de lidar com situações difíceis, etc. Tudo isso para garantir que os novos colaboradores estejam alinhados aos valores da empresa e para assegurar que, graças às ações de employee experience, aprimorarão essas habilidades e replicarão as boas práticas da empresa, fortalecendo a comunicação e a relação com seus colegas de trabalho. 

Promove a marca empregadora

O avanço de estratégias de marketing, publicidade e até mesmo o uso das redes sociais ampliou consideravelmente a vitrine das organizações. Mas, cada vez mais se entende que a marca precisa praticar o que diz nesses canais. Dados coletados pela Accenture Strategy apontam que 83% dos consumidores brasileiros optam por realizar suas compras com empresas que estejam alinhadas a seus valores. Por isso, outro ponto positivo do employee experience está no fortalecimento do employer branding, ou seja, da marca como um bom lugar para se trabalhar. 

Dessa forma, empresas que adotam ações de melhoria da experiência de seus colaboradores, acabam se tornando mais competitivas e atraindo os melhores talentos do mercado. 

Reduz a taxa de turnover e de absenteísmo

O fato de desenvolver um olhar de cuidado para a qualidade do ambiente de trabalho dos colaboradores fortalecerá uma cultura de comunicação, valorização e transparência. Sendo assim, a tendência é que você não somente atraia novos talentos, como também reduza as chances de eles saírem da empresa em busca de novas oportunidades, ou então que faltem constantemente ao trabalho. Além disso, essa redução de turnover e de absenteísmo também fortalecerá o employer branding que comentamos agora há pouco. 

Constrói um clima corporativo favorável

Além de conseguir um clima organizacional de qualidade por meio do reconhecimento dos profissionais, o employee experience também permite o desenvolvimento dos líderes, para que aprendam a lidar com os diferentes tipos de perfis nas equipes. Dessa forma, os colaboradores se sentirão ainda mais valorizados ao perceberem que seus feedbacks são levados em consideração para efetuar as devidas mudanças na organização. 

Reduz os custos com recursos humanos

Com a diminuição da taxa de turnover e a contratação assertiva de profissionais, a tendência é que o employee experience também reduza os gastos do departamento de Recursos Humanos. Afinal, a empresa não precisará investir em novos processos seletivos, encaminhamento de documentação e treinamentos, e tudo que envolve a entrada de novos integrantes na equipe. Outro ponto que favorece  o reconhecimento das empresas em relação ao setor. 

Maior engajamento e produtividade

Colaboradores satisfeitos e valorizados produzem mais, isso já é um fato reconhecido nas empresas. Por isso este é outro benefício do employee experience, afinal é ele quem proporcionará esse ambiente de qualidade para os funcionários, aumentando, consequentemente, seu engajamento e a produtividade da organização. 

Aumento na atração e retenção de talentos

Outro dado interessante coletado em um estudo da InsideOut Development, aponta que 88% dos trabalhadores da geração Z acreditam que o sucesso é definido por felicidade, em vez de prosperidade material. Além disso, 8% optaria por um emprego que ama em detrimento de ter segurança financeira. Por isso, focar no employee experience da sua organização pode atrair novos talentos, ao demonstrar na prática como valoriza seus colaboradores. 

Com um ambiente organizacional de qualidade estabelecido, dificilmente os talentos recrutados desejarão sair da empresa. Afinal, poderão ser reconhecidos por suas habilidades e terão grandes oportunidades de crescimento profissional. 

Melhoria na qualidade de vida do colaborador

Dados coletados pelo relatório Tendências de Gestão de Pessoas 2022, feito pela consultoria global GPTW (Great Place to Work), apontam que 97,2% das pessoas afirmaram que a saúde mental é um ponto relevante para a gestão de pessoas na empresa, e 80% sinalizaram que o assunto passou a ser mais discutido no ambiente corporativo depois da pandemia da Covid-19. Focar em ações de employee experience demonstram o comprometimento da empresa com questões como essa e, quando implementadas, melhoram a qualidade de vida dos colaboradores. 

Outra estratégia que pode ser utilizada nesse sentido é o da employee value proposition (EVP), ou proposta de valor ao colaborador. Ela funciona como uma vertente do employee experience, oferecendo recompensas e benefícios para os trabalhadores

Aumento na satisfação do cliente

Toda essa qualidade do ambiente organizacional, além de refletir na produtividade da empresa, também se expande para a experiência do cliente final. 

Pense com a gente… Existe uma grande diferença em fazer suas compras em um mercado onde os funcionários são receptivos e atenciosos, de um local onde você não recebe nem um “bom dia”, não é mesmo? Então, aqui, a lógica é a mesma. Empresas que se dedicam ao employee experience acabam atingindo níveis mais elevados de satisfação dos clientes. 

Como implementar a employee experience em seu negócio?

Agora que você já entendeu a importância do employee experience e os benefícios que ele pode trazer para a sua empresa, chegou o momento de implementá-lo. Lembrando que, cada organização tem uma realidade e profissionais de perfis diferentes, por isso as ferramentas indicadas aqui são baseadas nas tendências do RH do futuro, mas é essencial que você analise suas aplicações no contexto da sua organização, ok? 

1. Invista em People Analytics

Antes de implementar qualquer estratégia de employee experience, você precisa compreender as necessidades dos colaboradores da empresa. Por isso, uma boa dica é investir em People Analytics. Por meio dele você conseguirá analisar as diferenças de cada funcionário, suas necessidades e desempenho na organização. 

Com o levantamento em mãos, será possível analisar os dados coletados e, aí sim, traçar as estratégias mais adequadas para cada situação. 

2. Faça o desenho da jornada

Outra ferramenta interessante é traçar um mapa da experiência do colaborador na empresa. Quando recebem seu currículo, o que é feito em seguida? Como funciona o processo de recrutamento? Quais são as fases de seleção dos profissionais? Como é feito o processo de admissão? Após contratado, como são passadas as tarefas a este novo colaborador? Todas essas perguntas e muitas outras são fundamentais para identificar possíveis gaps e oportunidades de melhorias no employee experience. 

3. Pratique a meritocracia

Encontre formas de reconhecer o empenho dos colaboradores. Afinal, é disso que se trata o employee experience, valorizar o trabalho dos profissionais que se dedicam diariamente ao sucesso da empresa. 

Deixando claro que a meritocracia que estamos comentando aqui não tem relação alguma com as questões sociais que devem, sem sombra de dúvidas, ser levadas a sério no recrutamento de novos profissionais

4. Invista em benefícios

Pesquisas apontam que, ao contrário do que era visto nas gerações anteriores, em relação à valorização do trabalho por meio de benefícios mais pragmáticos, hoje, as gerações Y e Z valorizam muito mais ações com cunho social. Ou seja, feedbacks constantes, possibilidade de trabalho remoto e muitas outras. Por isso, além de investir nos benefícios “tradicionais”, esteja atento à essas mudanças para melhorar a experiência desses colaboradores. 

5. Desenvolva os liderados

O employee experience também passa pelas lideranças. Não apenas pensando em como beneficiá-los com as iniciativas, como também demonstrando sua importância para alcançar o nível desejado de qualidade na experiência de seus subordinados. Por exemplo, líderes que conseguem enxergar os pontos fortes e fracos de cada colaborador, construindo um time em que cada um desempenha a função na qual se sente mais confortável e é devidamente reconhecido pelos resultados obtidos, está avançando a passos largos para um ótimo clima organizacional

6. Alinhe os interesses dos colaboradores com os da empresa

Outro ponto crucial para um employee experiece efetivo é alinhar os interesses dos colaboradores com os da empresa. Isso começa na seleção de profissionais que tenham valores semelhantes à cultura da organização, mas, no dia a dia também passa pela conversa com esses colaboradores para compreender quais são seus objetivos profissionais e de que forma a empresa pode ajudá-los a conquistá-los. 

Claro que nem sempre será possível alcançar tais objetivos, mas é fundamental que o funcionário perceba o interesse da empresa pela questão e o esforço empregado para tentar atingi-lo. 

7. Construa um ambiente de trabalho favorável

Lembra do que falamos sobre o tempo médio que cada profissional passa na empresa por ano? Então… Além de proporcionar um ambiente organizacional atrativo, lembre-se também da parte prática do que isso significa. Ofereça ambientes arejados, acessíveis, seguros e ergonômicos em todos os setores. 

Como um software pode ajudar nesse processo?

A tecnologia está no futuro do RH e, sendo assim, você pode usar e abusar dela em diversas estratégias do setor, inclusive no employee experience. Utilize softwares para conversar com os colaboradores, realizar pesquisas de satisfação com a empresa, agilizar e desburocratizar processos e, ainda de quebra, ganhar mais tempo para traçar outras estratégias. 

Como o Unico People ajuda o RH no Employee Experience

Lembra do que falamos sobre quão interessante pode ser desenhar um mapa da experiência do colaborador na empresa para compreender cada passo e identificar quais processos podem ser otimizados? Então, após selecionado, o primeiro passo que será dado pelo colaborador na empresa é o processo de admissão. Por isso, você pode contar com o Unico People para tornar essa etapa muito mais ágil, prática e segura. 

Adotando a a admissão digital,o colaborador não precisará se deslocar até o escritório, gastar com impressões e cópias de documentos, entrar em contato para verificar o andamento da situação, etc. No Unico People todo o processo é feito de forma digital e segura, cumprindo todos os requisitos da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), assinatura eletrônica e armazenando todas as informações para consultas futuras, tanto da empresa como do colaborador. 

Conheça o Unico People e comece a melhorar agora mesmo o employee experience da sua empresa. 

Conheça o unico | people
thumb
Digitalize seu DP com assinatura eletrônica e admissão 100% digital
  •  iconeAdmita um funcionário em até 43 minutos
  • iconeAssine eletronicamente todos os documentos de RH
  • iconeGerencie todas as suas contratações em tempo real
  • iconeSuporte ao candidato 24 x 7 via chatbot
Conheça nossa solução
icone carta

Inscreva-se e fique por dentro das tendências da tendências do mundo do RH.

Artigos relacionados