Por categoria:

  • Artigos
  • Recursos Humanos
  • Sem categoria

EVP: o que é Employee Value Proposition, exemplos e como fazer um

Lucas Lopes
  • 12 de janeiro de 2022
  • 7 min de leitura
infopeople

O que é Employee Value Proposition, por que você deveria se importar com isso e como fazer um EVP? Apesar de muito falado no campo de recursos humanos, o EVP ainda é pouco compreendido por muitos profissionais do setor e pelas empresas em que atuam. Por isso, neste texto, você vai descobrir:

  • O que é Employee Value Proposition (EVP)?
  • Qual a importância do EVP?
  • Como fazer um EVP? 
  • Exemplos de ações para seu Employee Value Proposition
  • O que evitar no seu EVP?

O que é Employee Value Proposition (EVP)?

Employee Value Proposition (EVP), ou proposta de valor ao colaborador, é um mix de recompensas e benefícios que uma empresa pode oferecer para seus colaboradores, tendo como retorno por parte deles um alto nível de performance e produtividade no ambiente de trabalho. O EVP inclui tudo o que um empregador está fazendo para atrair e reter seus funcionários, e isso é extremamente benéfico para o sucesso de um negócio.

O significado de EVP como conhecemos hoje surgiu de um outro conceito, advindo do marketing, conhecido como “Unique Value Proposition”, ou proposta de valor única. Isto é, o valor que uma empresa provê para seus consumidores e que a faz se destacar dos seus competidores.

Da mesma maneira, o EVP é o valor único que uma empresa pode oferecer para seus colaboradores, e para ser efetivo, é importante ir além da compensação financeira direta e englobar outras coisas, como plano de carreira, programas de reconhecimento, recompensas internas, valorização dos feitos etc.

Aqui no infopeople, nosso blog dedicado ao público de RH, já falamos sobre a importância do Employer Branding para um negócio. Então, o EVP anda lado a lado com esse outro conceito. 

Isso porque o Employer Branding é sua reputação externa entre profissionais do mercado de trabalho, enquanto o EVP é sua base de sustentação interna. É a concretização dos benefícios de trabalhar em sua empresa, permitindo atrair os melhores talentos do mercado e garantindo que essas pessoas continuarão crescendo em sua organização. É uma forma de se diferenciar dos competidores e mostrar que você realmente se importa com seus funcionários.

Qual a importância do EVP?

Por que é tão importante investir em uma proposta de valor ao colaborador? Para empresas que buscam se diferenciar da concorrência, ter colaboradores altamente qualificados é um aspecto imprescindível. Ao gerar valor para os colaboradores, o EVP se torna uma peça fundamental para atrair e reter talentos, contribuindo para a redução da sua taxa de turnover e possibilitando um crescimento sustentável do negócio.

Nesse sentido, existem alguns pontos que merecem ser destacados: 

  • Conquistar um talento no mercado é muito mais caro do que retê-lo, não só devido às despesas relacionadas aos pagamentos de indenizações e multas, mas também pelo custo de aquisição de novos colaboradores via processos seletivos. 
  • Um turnover elevado também diminui a produtividade, visto que haverá períodos frequentes em que uma posição na sua empresa não estará ocupada, e que leva um certo tempo até que o novo colaborador se adapte totalmente ao cargo, período conhecido como curva de aprendizagem e que pode variar de acordo com os requisitos da vaga — segundo estudos de especialistas, “uma baixa retenção nos primeiros 3 a 6 meses pode gerar custos extremamente altos para a produtividade da organização” (HINKIN, TRACEY, p. 21, tradução nossa).
  • Uma alta taxa de turnover, em muitos casos, é um sintoma de um ambiente de trabalho inadequado e pouco estimulante para os colaboradores. Nessas situações, o primeiro passo é encontrar a raiz do problema, e investir no EVP da sua empresa pode ser uma solução adequada.

Além disso, ter um Employee Value Proposition efetivo ajuda a atrair novos profissionais com valores e objetivos alinhados aos da sua organização

Quando bem-feito, o EVP oferece um olhar holístico para cada posição dentro da empresa, garantindo que os cargos sejam atrativos para os candidatos e introduzindo com clareza a cultura organizacional, buscando, com isso, um bom fit cultural. 

Por fim, a proposta de valor ao colaborador também eleva a sua marca empregadora, tornando o seu local de trabalho um ambiente mais desejável para os profissionais do mercado.

Mulher negra, jovem, usando óculos de grau com um leve sorriso ao lado do texto "e-book gratuito. Transformação na gestão de pessoas. Baixe seu e-book grátis"

Como fazer um EVP? 

Ao fazer o Employee Value Proposition da sua empresa, existem algumas coisas que você precisa ter em mente. Antes de mais nada, é importante coletar informações direto da fonte: perguntando para seus colaboradores atuais o que eles acham de trabalhar na sua empresa, os pontos positivos e o que poderia melhorar. Isso é importante para garantir que você vai aproveitar o que já está dando certo e evitar “reinventar a roda” sem necessidade. 

Uma boa dica também é enviar formulários anônimos para conseguir feedbacks de qualidade e deixá-los mais à vontade para expressarem suas opiniões. 

A partir disso, você será capaz de elaborar intervenções efetivas. Talvez as pessoas sintam necessidade de expandir o conhecimento e gostariam que a empresa investisse mais no aprendizado. Ou ainda, alguns podem querer maior flexibilidade para trabalhar. 

Aqui vão algumas sugestões de perguntas para incluir no questionário interno e extrair informações valiosas dos seus colaboradores para elaborar intervenções assertivas.

15 Perguntas para o questionário do seu EVP

  1. Você está satisfeito com a sua remuneração?
  2. Você considera que o nosso sistema de promoções é justo?
  3. Você sente que sua opinião importa dentro da empresa?
  4. O que você acha da maneira que avaliamos a performance dos colaboradores?
  5. Qual a sua opinião sobre os benefícios que oferecemos?
  6. Você gostaria de ter mais flexibilidade na forma de trabalhar? (dress-code, trabalho remoto, horas flexíveis etc.)
  7. Você recebe feedbacks construtivos dos seus supervisores e colegas de trabalho?
  8. Você sente um alinhamento entre a cultura organizacional e os seus valores pessoais e profissionais?
  9. Você considera fundamental que a empresa tenha uma agenda ESG?
  10. Você se sente livre para expressar suas sugestões e opiniões?
  11. Seus líderes e supervisores oferecem o apoio necessário para o seu trabalho?
  12. Você sente confiança em seus colegas de equipe?
  13. De 0 a 10, o quanto você acha importante trabalhar em equipe?
  14. De 0 a 10, o quanto você acha importante investir no aprendizado dos colaboradores?
  15. De 0 a 10, o quanto você acha importante ter um plano de carreiras?

Com essas e outras informações em mãos, está na hora de construir o seu EVP. Para tanto, separamos alguns exemplos de ações para criar o EVP da sua empresa com sucesso. Confira!

Exemplos de ações para seu Employee Value Proposition

1. Cultura organizacional

Nós já falamos aqui no infopeople sobre a importância da cultura para uma organização. Com relação à proposta de valor ao colaborador, a cultura organizacional implica trazer para os seus candidatos como é o dia a dia na sua empresa, não apenas as funções do cargo, mas também como é a cultura de trabalho.

Se você realizar com certa regularidade eventos internos e atividades que as pessoas podem se envolver, ou criar competições, recompensas e incentivos que possam interessá-los, é fundamental que você demonstre esses diferenciais desde o início do processo seletivo. Certamente, expressar isso de maneira clara em seu EVP é uma excelente forma de atrair candidatos altamente capacitados para as suas vagas em aberto.

2. Expectativas salariais

O salário é um dos fatores principais para qualquer cargo, e não tem como fugir muito disso. Afinal, todos nós temos boletos a pagar, necessidades a atender e sonhos que queremos realizar. Contudo, não é recomendável que você construa seu EVP tendo como único fator o salário dos colaboradores.

Isso porque competir com outras empresas puramente através dos salários não é garantia de que seus profissionais continuarão trabalhando na sua empresa. Além disso, é um caminho rápido para gastar todo o seu orçamento reservado para a contratação de novos colaboradores.

Isso não significa também que você deve desvalorizar o talento e o potencial dos seus colaboradores. É importante atender às expectativas salariais, mas ao mesmo tempo considerar outros fatores na construção do seu EVP.

Um erro comum de muitos RHs é não ficar de olho nas capacidades dos seus colaboradores, tampouco observar e incentivar o desenvolvimento de novas habilidades. Com isso, você corre o risco de desvalorizar a sua equipe, incentivando-os a procurar outros lugares em que seus talentos são mais valorizados.

De modo geral, quando se trata de salários, uma boa regra é fazer uma revisão anual das remunerações, tendo como base a média salarial de cada posição. Com isso, você garante que cada um estará recebendo o valor que merece.

3. Recompensas e reconhecimento

Os melhores talentos do mercado não se preocupam apenas com salários: eles também querem ser reconhecidos pelo seu bom trabalho. Por isso, oferecer recompensas e reconhecimento é um dos pilares de um bom EVP. Você pode incentivar isso de algumas maneiras, tais como:

  1. Criar compensações suplementares ao salário, como seguro dental e de saúde, vouchers para academia, horários de trabalho flexíveis, entre outras coisas;
  2. Oferecer missões e propósitos para os colaboradores, fazendo-os sentir que seu trabalho realmente importa e mantendo-os engajados com a sua organização;
  3. Investir na cultura organizacional, atraindo profissionais com bom fit cultural e criando uma cultura que faz as pessoas se sentirem motivadas a trabalhar em sua empresa.

Confira também: Aprendizagem organizacional: o conceito e sua importância para inovação

O que evitar no seu EVP?

Por fim, existem algumas coisas que você precisa evitar na hora de criar o seu Employee Value Proposition, como vender uma experiência que não condiz com a realidade ou desvalorizar as coisas que destacam a sua marca empregadora, como certas qualidades e experiências que a empresa oferece. 

Confira 3 passos para evitar erros como esses ao fazer seu EVP.

  1. Informe-se com seus colaboradores

Fazer um survey anônimo ou conduzir um grupo focal são duas maneiras excelentes de adquirir feedback com seus funcionários sobre o que os motivam e a avaliação que fazem sobre a empresa, suas qualidades, as ações e experiências que proporciona, bem como a sua cultura organizacional. Por isso, antes de qualquer coisa, invista em extrair o máximo de informações diretamente com os seus colaboradores.

  1. Fortaleça seu EVP e teste as mudanças

Após ter conhecimento do que funciona e do que poderia estar melhor, é hora de fazer modificações e elaborar novas ações para fortalecer o EVP da sua empresa. É importante também testar todas as mudanças, para ver se as propostas estão de acordo com as expectativas dos colaboradores.

  1. Faça a validação na prática

Após se certificar de que seu EVP está aprovado internamente, é preciso colocá-lo à prova fora da organização, testando-o na prática com demais profissionais do mercado. Isso será fundamental para não apenas atrair novos talentos, mas também para angariar feedbacks e fazer novos ajustes no seu Employee Value Proposition.

Tirando o seu EVP do papel

Toda mudança começa com um planejamento. Então, antes de qualquer coisa, é essencial ter tudo bem definido e documentado. Contudo, o mais importante é saber tirar do papel e implementar o seu EVP na prática.

Não se esqueça de sempre validar as mudanças com outros setores da empresa e coletar as impressões dos seus colaboradores a todo momento. Só assim você será capaz de formular um Employee Value Proposition que faz sentido para sua organização e que ajuda a empresa a manter todos satisfeitos e produtivos!Gostou do conteúdo? Inscreva-se na newsletter do infopeople e fique por dentro de todas as tendências do mundo do RH!

Conheça o unico | people
thumb
Digitalize seu DP com assinatura eletrônica e admissão 100% digital
  •  iconeAdmita um funcionário em até 43 minutos
  • iconeAssine eletronicamente todos os documentos de RH
  • iconeGerencie todas as suas contratações em tempo real
  • iconeSuporte ao candidato 24 x 7 via chatbot
Conheça nossa solução
icone carta

Inscreva-se e fique por dentro das tendências da tendências do mundo do RH.

Artigos relacionados