• Aplicativos
  • Bancos
  • E-commerce
  • Financeira
  • Fintech
  • Segurança da Informação
  • Varejo

5 pilares da segurança da informação: quais são eles, seus benefícios e boas práticas?

Avatar
rafaella.melani
  • 23 de março de 2020
  • 7 min de leitura

Saber quais são os 5 pilares da segurança da informação é uma prática que pode preservar até mesmo a sobrevivência de uma empresa. Pensa que é exagero? Pois está muito enganado! Isso porque os ataques cibernéticos às organizações não param de aumentar. 

Só para você ter uma ideia, o Brasil sofreu 15 bilhões de tentativas desse gênero em um período de apenas três meses, segundo dados revelados em 2019.

Além disso, de acordo com um levantamento, o Brasil é um dos países que mais sofrem crimes desse gênero. Nos últimos cinco anos, o custo de uma invasão de dados registrou um crescimento de 12%.  

Nesse cenário, vale destacar que as pequenas e médias empresas são as mais prejudicadas. Algumas com menos de 500 funcionários, por exemplo, tiveram prejuízos superiores a US$ 2 milhões. Considerando que o faturamento de muitas delas gira em torna dos US$ 50 milhões, trata-se de um índice alarmante. 

Diante desses dados, é impossível não ficar convencido sobre a importância de conhecer os 5 pilares da segurança da informação, não é mesmo? 

Para descobrir quais são eles, conhecer os seus benefícios, as boas práticas da segurança da informação e, de quebra, saber quem é responsável pela segurança da informação em uma organização, basta seguir lendo! 

Qual a diferença entre segurança da informação e cibersegurança?

Primeiro, vamos entender a diferença existente entre segurança da informação e cibersegurança.

Segurança da informação

Também recebe o nome de segurança cibernética. Trata-se da prática de proteger informações que chegam aos profissionais da empresa, geralmente proveniente de clientes. Nesse sentido, a segurança da informação vai atuar para que a empresa tenha credibilidade perante os clientes, criar protocolos e políticas úteis nesse sentido, além de traçar estratégias e adotar ferramentas que impeçam criminosos de invadir a rede da empresa.

Mesmo que os dados estejam em um dispositivo externo, como o pendrive, é preciso que a empresa tenha etapas bem estabelecidas para garantir a segurança da informação a partir do momento que o aparelho se conecta com o negócio.

Cibersegurança

Um dos principais focos da cibersegurança é a informação digital que “vive” nos sistemas de uma empresa. Apesar de serem conceitos semelhantes, podemos defini-la como parte da segurança da informação de um negócio. Enquanto a segurança da informação é mais abrangente, a cibersegurança é a proteção de ativos da informação, tratando as ameaças que colocam em risco as informações armazenadas e tratadas.

Quais são os 5 pilares da segurança da informação?

Confira agora quais são os 5 pilares da segurança da informação.

1. Confidencialidade

Como você pode imaginar, a confidencialidade tem como meta proteger o sigilo das informações. Logo, é uma das diretrizes da segurança da informação mais importantes. Por meio dela, o acesso aos dados é concedido apenas a pessoas que forem autorizadas previamente. 

Um exemplo prático é quando uma organização limita o acesso aos dados de vendas do departamento comercial apenas para gerente da área. Isto é, para conhecer essas informações, é preciso que o gestor dê o seu aval. 

Nesse sentido, uma das boas práticas da segurança da informação é a de que a empresa conte com um manual que apresente regras sobre o acesso para, assim, evitar que haja vazamento ou a modificação de dados. 

2. Integridade

Um dos objetivos da segurança da informação é o de garantir que a informação que é salva esteja também correta. Nesse contexto, a integridade também visa assegurar que essa informação não seja alterada por meios alternativos. 

Nesse item, é crucial definir quem é o responsável pela segurança da informação em uma organização. Desse modo, essa pessoa irá determinar quem está autorizado a manipular cada tipo de dado.

Por exemplo, é preciso definir as informações que um colaborador do departamento de compras tem acesso. Isso porque, se ele puder acessar os dados da área de contas a pagar, poderá, de forma maliciosa, autorizar um pagamento, o que configura uma vantagem pessoal. 

3. Disponibilidade

A disponibilidade valoriza a eficiência de uma organização ao estabelecer o acesso, a qualquer momento, a dados por seus colaboradores. Neste cenário, é essencial destacar que a disponibilidade dá acesso conforme definido pelo administrador do sistema. 

Aqui, é preciso tomar cuidado, pois, com o foco na produtividade, muitos gestores acabam não dando a devido importância à essa questão, que é uma das principais diretrizes da segurança da informação. 

Isso porque permitem o acesso instantâneo por colaboradores que não poderiam conhecer dados sigilosas. Nesse sentido, é importante criar políticas claras que determinem realmente quem está autorizado a realizar tais acessos. 

diretrizes da segurança da informação

Crédito: Enisa

4. Autenticidade

A autenticidade tem como objetivo assegurar que os dados realmente pertencem à fonte anunciada. Além disso, esse pilar também assegura que eles não foram alterados durante o processo. 

Um exemplo dessa diretriz da segurança da informação pode ser relacionado ao departamento de TI. Isto é, um gerente da área pode ser o responsável por averiguar se as informações não foram manipuladas em outro departamento e, logo, garantir a autenticidade delas. 

Para prevenir que não haja mudanças durante o processo, é possível elaborar uma assinatura digital pois, por meio dela, os dados criptografados de um documento ficam ilegíveis. Logo, só podem ser decifrados, de fato, por pessoas autorizadas. 

5. Legalidade 

A legalidade é um princípio jurídico que determina que a comunicação deve seguir as leis do país. Em outras palavras, esse pilar define o valor legal da comunicação em relação à legislação. Para praticá-lo, por exemplo, é preciso elaborar um contrato que defina quais são esses valores e elencar como eles estão conectados com a lei. 

Crédito: Casa Velha Roleplaying

Quem é responsável pela segurança da informação em uma organização? 

No geral, a pessoa responsável por garantir o cumprimento das boas práticas da segurança da informação é o Security Officer, que nada mais é do que gestor desse segmento. 

Para tanto, é preciso verificar se o discurso da empresa está alinhado com o conhecimento e com o mindset do profissional. 

Para isso, é fundamental analisar a sua experiência e o modo como o colaborador agiu para assegurar o sigilo dos dados em situações diversas. Após feito isso, é recomendado que o Security Officer contrate outros funcionários que o auxiliem a preservar a segurança dos dados da companhia. 

Saiba quais são os benefícios da segurança da informação em uma empresa

Agora que você já conhece os principais pilares da segurança da informação, chegou o momento de entendermos quais são os benefícios de se preocupar com essa questão. A seguir, selecionamos os principais. Confira!

Impedimento de vazamento e roubo de dados

Vazamento e roubo de dados é um temor de grande parte das empresas, uma vez que essa situação pode minar a credibilidade do negócio. Além disso, contribui efetivamente para uma perda de contratos, pois alguns desses clientes podem não mais se sentir seguros em permanecer com a parceria, justamente pela repercussão que esse fato provoca. Ao se preocupar com a segurança da informação e entender de forma clara os seus pilares, consequentemente a equipe buscará um conjunto de estratégias que possam evitar situações como essas.

É preciso ter em mente que as causas que levam a esse tipo de problema, muitas vezes, podem demorar bastante para serem descobertas (bem como as consequências). Isso provoca desgaste com toda a equipe, além de não ter consigo informações eficazes para os seus clientes. Nesse sentido, existem os riscos de eles entenderem que não há transparência por parte de seu negócio, fato que poderá prejudicar ainda mais o relacionamento com o público.

Efetividade na análise de resultados

Tomar decisões baseadas em dados é um dos grandes desafios para as organizações. Por meio dessa estratégia, há uma possibilidade mais ampla de acertar em suas estratégias, além de conter insumos sobre os resultados que elas trazem para o crescimento e desenvolvimento de sua empresa.

Como a segurança da informação e seus pilares contribuem nesse sentido? Lembra que mencionamos que um dos principais objetivos é de garantir que os dados salvos também estejam corretos? Sendo assim, sempre que a sua empresa for consultar algum ponto importante para as ações futuras, os riscos de que aqueles números e/ou resultados tenham sido alterados diminuem consideravelmente.

Restrição na perda de informações

Esse diferencial está diretamente ligado ao anterior. Afinal, quando há uma preocupação em armazenar informações e garantir de que elas sejam corretas, consequentemente, as chances de perdê-las reduzem bastante. Isso impactará de forma positiva para uma análise das metas do negócio, bem como as suas projeções.

No início de cada ano, ao fazer um planejamento para aquele período, a diretoria terá a oportunidade de se basear em um conteúdo completo sobre o que foi feito no ano anterior, tendo maior efetividade em suas decisões.

Impedimento de fraudes e ataques maliciosos

Especialmente nas empresas, existe uma grande quantidade de fraudes e ataques maliciosos que podem comprometer o dia a dia da equipe e ocasionar até mesmo na perda de credibilidade da marca. O ataque ransomware, por exemplo, é um tipo de “sequestro”. Os criminosos entram na rede de sua empresa e pedem um resgate para que possa devolver as suas informações.

Caso a empresa não faça isso, há os riscos de essas pessoas alterarem o que têm em mãos ou até mesmo deletar tudo, o que provocaria muitos danos para a organização. Nesse sentido, adotar por medidas precisas de cibersegurança possibilitará um menor impacto nesse sentido, justamente por trazer soluções que possam prevenir essas situações.

Prevenção de perdas de recursos

Como no exemplo anterior, a empresa que sofre algum tipo de ataque, consequentemente, também precisará lidar com a perda de recursos. Seja para recuperar arquivos importantes para a rotina do negócio, seja para deslocar profissionais que possam resolver esse problema. O tempo que seria gasto para questões mais estratégicas precisará ser utilizado para solucionar questões que impactam negativamente a empresa.

Neste conteúdo, você pôde conhecer quais são os principais pilares da segurança da informação, as vantagens de se preocupar com essa questão, além de os riscos que a sua empresa corre caso não tenha atenção quanto a esse tema. Ao aplicar estratégias que previnem sua empresa de riscos como esses, além de garantir uma tomada de decisão mais sólida, também permitirá que a sua credibilidade perante os clientes esteja intacta.

Talvez agora você esteja pensando que tenha de aumentar a sua equipe e contratar mais funcionários. Pois a solução pode ser mais em conta e fácil do que imagina! Para isso, você pode apostar em parcerias, como a da Acesso Digital, por exemplo. 

Por meio do Acesso Bio, um recurso exclusivo no mercado brasileiro e que conta com o melhor score biométrico facial para validação de autenticação de identidades, a sua empresa fica muito mais protegida! 

Animado para saber mais a respeito? Então, clique aqui! 

Artigos relacionados