• Gestão antifraude

Tipos de fraude no e-commerce: conheça os riscos e as estratégias para proteger seu negócio

  • calendário 01/12/2023
  • relógio 5 min de leitura
Tipos de Fraude E-commerce

Conhecer os tipos de fraude no e-commerce é o ponto de partida para iniciar um tempo de crescimento nos negócios. Por que? As projeções para as compras online são promissoras e certamente podem trazer ótimos resultados para as empresas.

Entretanto, é preciso multiplicar a atenção ao fator segurança, já que ele é o mais importante para incentivar as pessoas a comprarem mais pela internet. Ou seja, quanto mais uma empresa adota medidas para prevenir fraudes nas transações online, há o fortalecimento da confiança que repercute no volume de compras realizadas no dia a dia. Elevar o padrão de segurança no e-commerce é sinônimo de expansão, aumento consistente no faturamento, melhor fluxo de caixa, capital de giro rapidamente disponível e lucratividade maior.

Veja a seguir porque é tão importante adotar estratégias assertivas para evitar fraudes e os benefícios que elas proporcionam ao e-commerce.

Os perigos da fraude no varejo online

Os riscos quanto aos tipos de fraude no comércio eletrônico são reais e mensuráveis. Veja alguns dados:

-Um levantamento feito pela OLX em conjunto com a AllowMe menciona um prejuízo de 392 milhões de reais com relação a golpes digitais ocorridos no primeiro semestre de 2023. (matéria do It Fórum).
-Uma notícia do E-commerce Brasil aponta que 80 mil pessoas já foram vítimas de golpes online no decorrer de 2023.
-O Valor Investe menciona que, de acordo com um estudo da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo, 1 a cada 3 consumidores já sofreu fraude ao comprar online.

Essas informações demonstram porque a população ainda tem tanto receio em realizar compras pela internet. O antídoto para esta situação é intensificar os mecanismos de proteção nas operações do e-commerce que envolvem o cadastro e realização do pagamento, já que são nessas situações que criminosos utilizam dados de forma indevida e vitimam as pessoas.

Tipos de fraude no e-commerce

São inacreditáveis os mecanismos utilizados nos golpes online. Infelizmente, os criminosos adotam diferentes maneiras de realizar compras indevidas e não têm o menor pudor em gerar prejuízos para pessoas e empresas. Veja quais são os tipos mais frequentes de fraudes:

Fraude de pagamento

É um dos tipos mais comuns de golpes ocorridos no comércio eletrônico e consiste na utilização do cartão de uma outra pessoa que não deu autorização para realizar as compras. Ou seja, a vítima passa a saber da compra somente ao receber a fatura do cartão.

Fraude de identidade

É outro tipo muito frequente de fraude no ambiente online. Neste caso, após situações como roubos, assaltos, uso não autorizado de dados/cartões e até mesmo criação de novos cartões em nome da vítima, os criminosos se passam por esta pessoa e burlam os mecanismos de identificação adotados pelas empresas. Apenas recursos robustos de antifraude são capazes de evitar que as tentativas de fraude de identidade sejam bem sucedidas.

Fraude de chargeback

Por mais que essa situação seja absurda, ela é relativamente comum no e-commerce. A pessoa efetua uma compra online usando o próprio cartão ou outro meio de pagamento. Entretanto, depois de um curto tempo de receber o produto, ela entra em contato com a central de atendimento da empresa mencionando que não realizou a compra. A intenção nessa situação é ficar com a mercadoria, mas receber o dinheiro de volta.

💡Leia mais: Melhores práticas para redução de chargebacks: estratégias efetivas para proteger suas vendas online

Fraude amigável

Corresponde às transações realizadas por uma pessoa que mantém conexão com a vítima – um parente, amigo, colega de trabalho. Por ter acesso fácil a cartões de crédito e/ou débito da vítima, faz compras online, sem autorização. Após perceber a transação, a vítima de fraude solicita que a loja cancele a venda e devolva o dinheiro. Contudo, na maioria das vezes, a mercadoria já está nas mãos de quem aplicou a fraude amigável.

Cracking

Este tipo de fraude acontece quando fraudadores obtêm as credenciais de acesso às plataformas de venda, nas quais as vítimas estão cadastradas. Ao assumir o controle da conta, os fraudadores agem rápido. Eles podem alterar o endereço de entrega de compras realizadas pelos titulares das contas ou usar dados de cartões para realizar operações fraudulentas.

Phishing

O phishing acontece quando fraudadores enviam links às vítimas, solicitando que cliquem para conhecer a página de ofertas e/ou preencher formulários online para concorrer a prêmios, por exemplo. Ao executar a ação, a vítima acaba digitando informações confidenciais, como os dados do cartão de crédito.

Como se proteger das fraudes no varejo online

Em todos os tipos de fraude no e-commerce, os criminosos utilizam métodos sofisticados para burlar a proteção dos sistemas adotados pela empresa. Portanto, o primeiro fator que precisa ficar claro é que o comércio online precisa adotar soluções assertivas, robustas e inovadoras para evitar fraudes.
Vejamos quais principais cuidados devem ser considerados.

Atenção especial aos processos de identificação

Os golpes no ambiente digital são aplicados principalmente nas etapas de identificação. É por isso que as operações que envolvem este procedimento requerem ainda mais atenção. Métodos como logins e senhas alfanuméricas são considerados obsoletos e inseguros. No sistema antifraude é preciso contar com recursos mais eficientes capazes de realizar uma identificação consistente e com alto padrão de segurança.

💡Autenticação multifator: entenda o que é e como funciona.

Rápida identificação de situações suspeitas

Outro cuidado primordial é aplicar mecanismos capazes de sinalizar comportamentos suspeitos dos usuários. Isso pode ser feito em grande parte com a ajuda da tecnologia e ao fazer um aprimoramento das operações realizadas no e-commerce.

Exemplos de situações que evidenciam maior risco de fraude:

-Várias transações seguidamente reprovadas;
-Cadastros ou pedidos com informações inconsistentes;
-Alta quantidade de transações em um curto espaço de tempo;
-Apontamento de múltiplos endereços de entrega;
-Diversos pedidos associados a diferentes cartões de crédito.

Biometria facial com múltiplos recursos

A solução com maior efetividade no combate às fraudes no e-commerce consiste na biometria facial, já que possibilita uma identificação com elevado nível de precisão. Além da leitura facial, é indispensável que essa tecnologia esteja associada a outros mecanismos que intensificam a qualidade da verificação.
Este padrão de segurança e confiabilidade é crucial para impedir em tempo real a ocorrência de fraudes e inibir que novas tentativas sejam efetuadas.

💡Estratégia de conversão de clientes: supere os desafios de identificação com o apoio da biometria facial

A biometria facial é aliada para combater as fraudes nos e-commerces

As soluções em biometria facial têm se destacado pela praticidade e segurança que oferecem aos clientes e aos empreendedores na prevenção de diversos tipos de fraudes na internet.

De modo tradicional no e-commerce, as pessoas precisam, a cada compra e em cada loja, realizar seu cadastro e informar uma série de dados financeiros, o que demanda tempo e pode levar o cliente até ao abandono dos produtos no carrinho, postergando a compra ao ponto de nunca a efetivar.

A biometria facial assegura ao cliente que, primeiro, os seus dados serão utilizados apenas com sua ciência, já que as transações só são realizadas e confirmadas com a apresentação de sua face em um aplicativo.

As características do rosto, a distância entre olhos, boca e nariz, os contornos e profundidade da face, a leitura da íris e da retina, são alguns dos elementos utilizados na autenticação por biometria facial. A segurança reside na impossibilidade de esses dados serem clonados ou roubados, como seria o caso do dinheiro físico, dos cartões de créditos e débito, entre dados bancários como o número do cartão de crédito, dos códigos de acesso, etc.

Entenda como a solução da Unico pode proteger o e-commerce contra vários tipos de fraude na internet

Com o propósito de oferecer um ambiente de e-commerce mais seguro às pessoas e empresas, desenvolvemos uma solução completa para os procedimentos de identificação. O Unico IDPay consiste numa robusta tecnologia de biometria facial vinculada a outros recursos que geram alta eficácia no combate às fraudes. Não é por acaso que o IDPay é uma solução de vanguarda no mercado brasileiro.

Ao aplicar mecanismos como autenticação de identidade, prova de vida e validação de titularidade do cartão, esta solução garante ampla segurança no momento da compra, aumento nas vendas e zero chargeback por fraude.

Essa matéria na Valor Econômico menciona como o Unico IDPay tem sido uma aliada das empresas, gerando benefícios para todo o ecossistema do comércio eletrônico. Diego Martins, cofundador e CEO da Unico, menciona que os resultados oferecidos se tornaram possíveis porque as ações são direcionadas para evitar prejuízos devido à ausência de segurança nos procedimentos de pagamento com o cartão de crédito. Ou seja, a dor dos clientes é considerada com detalhes para que, a partir dessa análise, sejam propostas soluções efetivas para resolvê-las.

Te convidamos para conhecer um pouco mais sobre o Unico IDPay e como ela pode gerar transformações positivas no seu e-commerce a partir de agora. Converse com um de nossos especialistas.

Conteúdos relacionados