Por categoria:

  • Admissão Digital
  • Indústria
  • Saúde
  • Tecnologia
  • Varejo

Saiba o que é o exame admissional e como otimizar esse processo na sua empresa!

Matheus Lambertucci Cardoso
  • 25 de março de 2020
  • 6 min de leitura
infopeople

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o exame admissional está longe de ser uma mera burocracia. Além de ser uma parte importante dentro do processo de admissão de novos profissionais em uma empresa, e uma obrigação dentro da legislação trabalhista brasileira, é um instrumento de segurança tanto para funcionários quanto para as organizações.

Se você quer saber mais sobre o que é o exame admissional e entender como otimizar esse processo na empresa, siga na leitura deste texto.

O que é o exame admissional?

Exigido por lei, esse processo consiste em uma série de exames que têm como objetivo detectar se o profissional possui doenças ou limitações que trarão impedimentos à execução das atividades do cargo a ser ocupado. 

O exame para admissão de pessoal também serve como parâmetro de comparação com o demissional, verificando se o exercício da profissão causou alguma diferença na condição do colaborador – o que, em caso positivo, gera indenizações.

Mas, afinal, como funciona o exame admissional? Os testes são conduzidos por um profissional especialista em Medicina do Trabalho, que fará a aferição da pressão arterial, escuta dos batimentos cardíacos e questionará o paciente com relação aos seus hábitos: prática de exercícios físicos, alimentação, ingestão de bebidas alcoólicas e tabagismo.

Quando necessário, o profissional poderá também solicitar exames complementares. Mas, antes, para entender melhor o que é o exame admissional e como funciona, é preciso conhecer mais sobre as legislações relacionadas a ele.

Legislação que regulam o exame admissional

Como mencionado anteriormente, os exames médicos admissionais são obrigatórios, de acordo com:

A NR 7 regulamenta o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO) que tem o objetivo de prevenir, rastrear e diagnosticar precocemente doenças relacionadas à saúde do trabalho. O PCMSO prevê uma série de medidas e exames para garantir a saúde do trabalhador, entre eles o exame admissional. Após sua realização, é emitido o Atestado de Saúde Ocupacional (ASO). 

Com a implementação do e-Social, o governo federal pode controlar e monitorar mais precisamente, e em tempo real, os processo internos relacionados ao setor de recursos humanos. Dessa maneira, pode verificar com agilidade as documentações e, havendo irregularidades, tomar as medidas cabíveis contra a empresa.

É por isso que cada vez mais empresas têm optado por softwares de gestão de pessoas, uma vez que eles tornam muito mais prático, ágil e eficaz todo o processo que envolve a admissão de funcionários.

Tipos de exame exigidos por lei

Agora que sabemos melhor o que é o exame admissional e as legislações que o regulam, é importante ter em mente que esse é o primeiro de vários exames que são exigidos pelo PCMSO. Conheça quais são eles:

  • Admissional: realizado junto ao processo de admissão do colaborador;
  • Complementares: exames indicados como necessários pelo médico do trabalho no momento do exame admissional de determinadas funções ou para se aprofundar em certos diagnósticos, como a audiometria para quem trabalha com atendimento em telemarketing;
  • Periódicos: exames realizados anualmente ou a cada dois anos, apenas com o objetivo de acompanhar a saúde de funcionários conforme a sua faixa etária;
  • Troca de função: é um exame necessário quando o empregado muda de cargo ou quando é trasladado a um setor que aumenta sua exposição a algum risco;
  • Retorno ao trabalho: realizado após um período de afastamento, que pode ser complementado caso o profissional precise de mais informações para comprovar o restabelecimento físico e mental do funcionário;
  • Demissional: aplicado no momento do desligamento, com a função de assegurar que o funcionário está livre de danos à saúde devido às funções exercidas junto à empresa.

Importância do exame admissional – para a empresa e para o colaborador

Além de atestar que o profissional está apto a realizar as funções que o cargo exige, o exame admissional é importante por fornecer garantias ao contratante e ao contratado.

Para o funcionário, os exames são a garantia de proteção à sua saúde, já que os laudos médicos protegem contra qualquer função que possa comprometer o bem-estar. Além disso, o contratado se assegura de que, caso tenha adquirido um problema de saúde por conta das atividades exercidas no trabalho, tenha seus direitos garantidos.

Já a empresa pode se resguardar de futuras pendências jurídicas, pois o exame atua como um impedimento ao colaborador que busca erroneamente requerer qualquer tipo de indenização por conta de alguma doença ocupacional, quando de fato pode se tratar de causas preexistentes.

O exame admissional ainda ajuda a combater os altos índices de absenteísmo, já que promove a saúde do colaborador e previne de forma significativa uma série de doenças ocupacionais.

Principais dúvidas sobre exame admissional

1) O exame admissional é igual para todas as funções?

O médico do trabalho pode exigir alguns exames complementares conforme a função a ser desempenhada pelo profissional na empresa.

Um operador de máquinas pesadas, por exemplo, deverá passar por:

  • Exame clínico;
  • Audiometria (análise da audição);
  • Raios-X de tórax;
  • Espirometria (análise da função respiratória);
  • Acuidade visual;
  • Glicemia de jejum;
  • Eletrocardiograma (análise das condições cardiológicas);
  • Eletroencefalograma (análise da condição neurológica).

Para evitar qualquer tipo de discriminação que pode gerar um processo trabalhista para a empresa e não comprometer a validade do exame admissional, deve-se evitar os seguintes exames:

  • Teste de gravidez;
  • Teste de esterilidade;
  • Teste de HIV/AIDS.

2) Como proceder quando o resultado indica algum problema na saúde do funcionário?

O médico responsável pelo exame deverá solicitar exames complementares e/ou encaminhar para um especialista na área em questão.

Dependendo do problema diagnosticado, é possível que o médico sugira o afastamento da função por um período, de forma a não agravar o quadro.

3) Onde fazer o exame admissional: clínica terceirizada ou dentro da empresa?

O que determina onde fazer exame admissional é o volume de funcionários da empresa, já que manter uma estrutura e profissionais especialistas pode gerar um custo elevado. Boa parte das empresas opta por empresas terceirizadas e deixa que o RH coordene essa etapa internamente.

4) O exame admissional é pago pela empresa ou pelo empregado?

Sejam essenciais ou complementares, todos os exames devem ficar a cargo da empresa contratante.

Exame admissional: porque automatizar esse processo?

Como você pode ver, estes exames são essenciais para a segurança tanto da empresa quanto de seus funcionários. Assim, é fundamental que todo o processo seja realizado por profissionais habilitados, que vão garantir os resultados corretos em sua realização. Além disso, a agilidade na entrega deste documento é vital.

É por isso que atualmente muitas empresas já contam com softwares de gestão que fazem a  automação de vários processos no RH, entre eles a Admissão Digital. Através desses programas, as empresas podem inserir a Guia do ASO e os dados de agendamento para que o colaborador possa fazer o exame. Por sua vez, o futuro colaborador pode enviar os resultados através da própria plataforma, otimizando tempo, custos e logística no processo de admissão.

A automação de processos traz muitos benefícios, entre eles podemos citar:

  • Economia de tempo;
  • Aumento de produtividade;
  • Melhor gestão das rotinas do setor;
  • Eficiência no cumprimento de tarefas;
  • Desenvolvimento dos processos internos;
  • Maior controle das relações trabalhistas;
  • Agilidade no compartilhamento e fornecimento de informações;
  • Maior segurança e confiabilidade na gestão de processos no RH, entre outros.

Depois de saber o que é o exame admissional e como a automação no RH pode contribuir para esse processo, pode surgir a dúvida: como exatamente automatizar a admissão?

Como otimizar os processos de admissão?

Pensando em facilitar um dos processos mais complexos e sensíveis do RH, as admissões, a unico criou a unico | people. Por meio da ferramenta 100% digital, o próprio candidato encaminha sua documentação para a admissão pelo seu celular ou computador sem sair de casa.

Toda essa documentação é analisada pela unico | people, enquanto o departamento pessoal da empresa acompanha todo o processo. Além disso, a ferramenta possui API aberta para integração com o sistema de folha, ponto, software de recrutamento e seleção, entre outros. Tudo isso sem deixar de lado a segurança.

Confira cada passo do processo de admissão que acontece no unico | people:

  • Cadastro e envio da documentação: o candidato recebe a notificação para dar início ao cadastro via SMS e/ou e-mail com suporte via chat. Ainda é possível que ele consiga visualizar o agendamento de seu exame admissional, ter acesso à carta de abertura de conta e assinar documentos eletronicamente.
  • Conferência e automatização: os documentos são analisados e validados junto ao eSocial. Em caso de documentação errada ou ilegível, o candidato é notificado automaticamente para correção.
  • Monitoramento em tempo real: com o dashboard de acompanhamento o departamento de RH pode verificar os status dos processos de admissão e alertas de gaps durante o processo.

O software unico | people, além de automatizar todo o processo de admissão, também agiliza o trâmite voltado aos exames médicos necessários para que o novo colaborador possa dar início ao seu trabalho.

Quer saber mais? Veja este vídeo que explica como funciona o processo de admissão por meio do unico | people:

Agora que você já sabe o que é o exame admissional e como o unico | people pode contribuir para esse processo, acompanhe nosso blog para mais informações sobre o universo do novo RH.

Conheça o unico | people
thumb
Digitalize seu DP com assinatura eletrônica e admissão 100% digital
  •  iconeAdmita um funcionário em até 43 minutos
  • iconeAssine eletronicamente todos os documentos de RH
  • iconeGerencie todas as suas contratações em tempo real
  • iconeSuporte ao candidato 24 x 7 via chatbot
Conheça nossa solução
icone carta

Inscreva-se e fique por dentro das tendências da tendências do mundo do RH.

Artigos relacionados