• Sem categoria

Offboarding: entenda o que é e suas vantagens

Nathalia Tameirao
  • 20 de maio de 2021
  • 5 min de leitura

Offboarding: você sabe o que é e qual é a sua importância? Em uma empresa, existe a necessidade de se preocupar com a experiência do colaborador desde o momento do recrutamento e seleção até a sua demissão – bem como os processos que sucedem o desligamento.

Nesse contexto, o RH precisa estar atento com a percepção do candidato durante o processo de recrutamento e seleção, em oferecer facilidades no momento de realizar a contratação, bem como cuidar do seu onboarding para uma recepção atrativa. Porém, o desligamento também merece um cuidado especial da equipe, uma vez que é um momento delicado para o colaborador e vai refletir na percepção transmitida pela empresa – é aí que entra o offboarding.

Pensando nisso, elaboramos este material para que você entenda o que é essa estratégia, seus diferenciais e como realizá-la. Continue a leitura e saiba mais!

O que é offboarding?

Conforme explicamos, assim que uma pessoa é contratada na organização, ela passa pelo período de onboarding. Ele tem como objetivo recepcionar o novo colaborador, apresentar a cultura da empresa e contribuir para que ele se adapte de forma atrativa ao novo local de trabalho, entenda as diferentes áreas e se sinta integrado com a equipe.

O offboarding segue uma lógica parecida. Porém, é para o desligamento do colaborador. É preciso se preocupar com toda a jornada do profissional, e o momento de desligamento não seria diferente. Nesse sentido, o offboarding contribuirá para que esse ciclo seja encerrado de forma positiva, além de a organização demonstrar preocupação com o seu sentimento naquele período de incerteza e também apoio para se recolocar no trabalho.

Quando a própria pessoa pede demissão, a empresa pode perguntar se existe alguma maneira para que ele permaneça entre a equipe. Caso haja uma negativa, o ideal é que entenda os motivos que levaram à sua saída para que esse feedback permita alterações de processos, visando oferecer uma melhor experiência àqueles que ficam – esse gargalo não se repetir.

Como realizar o offboarding?

Agora que você já sabe o que é o offboarding, chegou o momento de apresentarmos algumas dicas para que ele seja feito de forma eficaz. Confira!

Comunicação

O primeiro passo é realizar a comunicação para o profissional desligado. Nesse momento, é importante que a gestão forneça feedbacks sobre o por que dessa decisão, mostre os planos de ação trabalhados e justifique com base na performance (ou em outras justificativas, como comportamentos, se esse for o caso).

É importante que toda a comunicação retome a cultura organizacional da empresa e os valores da organização. Dessa forma, o profissional terá a oportunidade de entender que essa não foi uma decisão parcial.

Documentação

Depois que a comunicação é feita, o RH precisa cuidar, junto ao colaborador, dos trâmites burocráticos do desligamento. Além disso, existe a necessidade de alinhar quais seriam as próximas etapas do processo. Exemplo: quanto tempo ele cumpriria de aviso (se ele não cumprir, é preciso explicar sobre o aviso prévio indenizado), quais seriam suas funções para as próximas semanas etc.

Entrevista de desligamento

Depois que toda essa questão for concluída, a entrevista de desligamento possibilitará que a empresa entenda de forma precisa quais são os pontos considerados importantes pelo profissional que precisam ser aperfeiçoados.

Entre os tópicos importantes de serem abordados, destacamos:

  • entender qual é a imagem que o profissional tem da empresa e quais são os pontos que ele acredita que podem ser aperfeiçoados;
  • analisar sobre a carreira que ele teve até o momento do desligamento e o que ele sentiu falta, tanto de suporte quanto da estratégia do negócio;
  • entender sobre a estrutura física da organização, se ela contribui para que as demandas sejam exercidas com qualidade – no caso de trabalho remoto, há a oportunidade de perguntar se os equipamentos fornecidos são suficientes para realizar um bom trabalho;
  • analisar o clima organizacional da empresa;
  • entender qual é a percepção que a pessoa tem em relação a outros setores;
  • analisar a razão do desligamento, caso o pedido tenha vindo do próprio colaborador; entre outros.

Próximos passos

Principalmente para profissionais que são desligados, esse será um momento de angústia e incertezas. Por essa razão, a empresa demonstrará empatia caso auxilie o colaborador em seus próximos passos. Essa prática é chamada de outplacement.

Dessa forma, a equipe auxiliará o colaborador a realizar um bom currículo – etapa essencial, principalmente para pessoas que ficaram muitos anos em uma mesma função sem participar de processos seletivos -, além de auxiliar em outras etapas de sua carreira, independentemente de qual será o seu objetivo.

Quais as vantagens do processo de offboarding para a empresa?

A seguir, selecionamos algumas das principais vantagens do offboarding para a empresa.

Redução de processos trabalhistas

A empresa precisa se preocupar em manter um bom clima com o colaborador em qualquer etapa da jornada do colaborador. Oferecendo o apoio necessário no momento de desligamento, é uma oportunidade de o vínculo ser encerrado de forma positiva, reduzindo consideravelmente as chances de ocorrer um processo trabalhista.

Recolocação com mais facilidade

Conforme vimos, a prática de outplacement durante o offboarding permitirá que o colaborador tenha um apoio durante o processo de desligamento. Pessoas que permanecerem em um mesmo ambiente de trabalho por muito tempo, consequentemente não entendem como está o mercado e como seria possível buscar vagas que estejam de acordo com o seu perfil.

Em uma empresa que realiza offboarding, colaboradores da equipe de recrutamento auxiliarão a pessoa em todas as etapas de um novo processo, inclusive para a negociação do salário. Consequentemente, a recolocação pode ocorrer com mais facilidade, principalmente por haver indicação de sua última experiência profissional.

Fortalecimento da imagem da empresa

Hoje, existem canais nos quais o colaborador pode levar a sua percepção em relação à organização. Sempre quando a empresa abrir um novo processo seletivo, talentos que tiverem contato com essa vaga recorrem a essas plataformas para conferirem quais são os depoimentos de quem trabalhou e/ou trabalha nessa equipe.

Se a imagem estiver muito negativa, consequentemente será um empecilho para a vinda de novos talentos. Nesse sentido, a empresa perde oportunidades de atrair pessoas qualificadas para as vagas, perdendo também um importante diferencial competitivo.

Quais são os desafios do offboarding para as empresas?

Confira alguns dos principais desafios para as empresas quanto ao offboarding!

Reconhecer os problemas da empresa

No momento que um colaborador da equipe de RH for para uma entrevista de desligamento, é preciso que a pessoa vá de coração aberto para entender os problemas da organização. Caso contrário, existem os riscos de o profissional ficar muito na defensiva, o que prejudicaria tanto a experiência do colaborador desligado quanto do próprio objetivo da estratégia.

Identificar pontos importantes de melhorias

Além disso, é um dos desafios da área conseguir identificar quais são esses pontos, uma vez que o colaborador pode se sentir retraído de dar um feedback de fato sincero – com receio de ser prejudicado no mercado de trabalho.

Por essa razão, deixe claro desde o início da conversa que esse é um encontro que visa melhorias para o negócio – e que ele pode ficar à vontade para trazer seus diferentes pontos de vista.

Colher informações relevantes

Se a equipe não conseguir colher dos colaboradores desligados informações relevantes que permitirão melhorias no processo, consequentemente o offboarding não alcançará o seu objetivo. Por essa razão, o ideal é que, em qualquer momento da jornada do funcionário, a equipe se preocupe em oferecer uma experiência positiva e um bom clima para o ambiente de trabalho.

Nesse contexto, ele sentirá abertura ao ofertar um feedback em sua saída, uma vez que isso foi trabalhado anteriormente.

Neste conteúdo, você pôde entender o que é o offboarding, quais são os diferenciais de contar com essa estratégia e alguns dos principais desafios. Conforme vimos, essa estratégia contribuirá tanto para oferecer uma experiência positiva ao colaborador quanto para coletar informações que seriam relevantes para o dia a dia da organização. Por essa razão, continuamente estude aperfeiçoar essa estratégia, uma vez que vai trazer ganhos significativos para a equipe como um todo – e também para auxiliar o colaborador desligado.

Se você gostou deste material e deseja ficar por dentro, também, do processo de boas vindas ao novo colaborador, continue no blog e acompanhe um outro material que produzimos sobre o tema. Até a próxima!

Artigos relacionados