• Admissão
  • Recursos Humanos

Engajamento de candidato: como promovê-lo na empresa?

Camila Silva
  • 26 de janeiro de 2021
  • 6 min de leitura

O processo seletivo é uma das etapas mais estratégicas da empresa. Por meio dele, a equipe de Recursos Humanos tem a oportunidade de identificar pessoas que se adéquam ao fit cultural da organização, além de encontrar profissionais que de fato atendam ao perfil da vaga. No entanto, uma dificuldade que algumas equipes encontram está relacionada ao engajamento de candidato.

Para alcançar esse patamar, é preciso que o futuro colaborador veja valor na vaga em questão. Nesse sentido, existe a necessidade de a equipe manter uma comunicação próxima, além de fazer um bom filtro logo nas primeiras etapas do processo.

Pensando nisso, elaboramos este material para que você tire suas dúvidas quanto ao tema, além de conferir como a admissão digital contribuirá para isso. Continue a leitura e saiba mais!

Como promover o engajamento de candidato?

Inicialmente, apresentaremos algumas dicas práticas para que o time possa promover o engajamento de candidato. Veja!

1. Monte um bom planejamento do processo seletivo

O primeiro passo, assim como em qualquer outra estratégia, é o de montar um bom planejamento do processo seletivo. Sendo assim, a equipe terá todas as datas em mãos, de modo que oriente o candidato sobre o prazo para retorno de cada uma das fases, além de haver maior transparência nas comunicações feitas.

Para isso, leve em consideração as seguintes dicas:

  • estabeleça um prazo limite para realizar a contratação do profissional;
  • coloque as datas que devem ser concluídas cada uma das etapas;
  • agende as entrevistas com base nesse cronograma;
  • tenha estabelecido o tempo de retorno para os candidatos em cada uma das fases.

Sabemos que imprevistos acontecem. No entanto, esse planejamento vai nortear a equipe para uma melhor organização das tarefas e atividades ao longo das etapas.

2. Preocupe-se com a comunicação feita ao candidato

Um dos grandes desafios que impede o engajamento do candidato está relacionado à comunicação. Imagine só a seguinte situação: um profissional cujas competências técnicas e habilidades comportamentais se encaixam perfeitamente à vaga proposta tenta um espaço para duas empresas distintas. Enquanto a primeira oferece um retorno contínuo sobre o andamento do processo, a segunda some por algumas semanas até oferecer uma resposta.

Isso ocorre no segundo exemplo devido à demora do processo interno e também pela agenda das lideranças. Porém, o candidato tende a ficar receoso se vai haver continuidade ou não nas fases, optando assim por dar preferência ao primeiro exemplo.

Por essa razão, é essencial manter um contato próximo com as pessoas que tentam as vagas. Para isso, evite mensagens padronizadas, uma vez que são facilmente identificadas. Adapte-as sempre com o nome da pessoa, com o gênero, além de trazer alguns aspectos particulares daquele processo.

Não deixe de sempre oferecer um sinal sobre o status da vaga. Se ainda há uma indecisão por parte das lideranças, avisar que o processo está em análise e que em breve oferecerá um feedback é um passo importante para que a pessoa se mantenha engajada.

3. Ofereça feedbacks completos

Por falar em feedback, esse é um ponto fundamental que vai distinguir a sua empresa das demais em um processo seletivo. Novamente, ele deve ser orientado para a realidade do candidato em específico. Mensagens padronizadas, nesse caso, devem ser descartadas, uma vez que cada pessoa conta com pontos de melhorias próprios e pontos positivos que podem ser potencializados.

Em casos de aprovação do candidato, não deixe de oferecer um retorno completo e detalhado. Traga as percepções do time como um todo sobre o que foi positivo ao longo do processo, o que poderia melhorar, além de linkar com a realidade da empresa, uma vez que ele se tornará um colaborador da organização.

4.  Conte um pouco mais sobre a cultura da empresa

Em uma realidade de processo seletivo presencial, apresentar as dependências físicas contribuirá para que a pessoa se sinta motivada de estar naquele espaço. No entanto, tomando como base nossos últimos meses e o contexto remoto que a maioria das empresas adotou (não descartando a possibilidade de continuar com contratações à distância mesmo quando voltar para o escritório), o ideal é que profissionais de recrutamento e seleção apresentem a cultura do negócio.

Explique alguns rituais que ocorrem no dia a dia, o que motiva as pessoas a trabalharem naquele local, qual é a missão e a visão da organização, entre outros pontos relevantes. Além de contribuir para o engajamento, será essencial para que pessoas que se identifiquem aos valores da marca se sintam atraídas por aquela realidade, aumentando as chances de contratação.

5. Trabalhe o employer branding

Entre as vantagens de trabalhar o employer branding em uma empresa, destacamos especialmente:

  • trazer melhorias para o clima organizacional do negócio;
  • reduzir custos de contratação para a equipe;
  • realizar processos de atração e seleção mais certeiros;
  • reduzir custos vindos de uma alta rotatividade do time; entre outros.

Conforme percebido, é uma estratégia essencial também para processos de contratação. Afinal, há a preocupação com todas as interações que a pessoa tem com a empresa, desde o contato inicial com a organização até a entrevista de desligamento.

Como isso é aplicado na prática? Em um processo seletivo, pode ser utilizado tanto para apresentar a empresa aos candidatos (e também ressaltar sobre a cultura, conforme mencionamos), até utilizar materiais que abordem sobre os diferenciais do negócio perante o mercado.

6. Tenha uma etapa de fit cultural

Mencionamos brevemente sobre o fit cultural, essencial que seja analisado entre os candidatos. Entre as vantagens de contar com essa etapa no processo, destacamos:

  • processo seletivo com contratações mais precisas;
  • pessoas que tenham mais sinergia com a organização e com o trabalho feito;
  • possibilidade de aplicar testes de perfil comportamental;
  • retenção dos principais talentos, justamente pela contratação mais eficaz.

Conforme explicamos, a cultura organizacional é um dos pontos essenciais a serem destacados nos processos de recrutamento e seleção. Para aumentar o engajamento do candidato, é preciso verificar se os seus valores se alinham com os valores da empresa. Nesse sentido, a entrevista de fit cultural logo nas primeiras etapas do processo possibilitará identificar se aquela pessoa é adequada aos processos, políticas e práticas do negócio.

7. Use técnicas de gamificação

Com o objetivo de conquistar cada vez mais pessoas engajadas a conquistarem as vagas divulgadas, a gamificação torna-se uma importante estratégia para a empresa. Para isso, o ideal é que a organização tenha bem estruturadas algumas dinâmicas e jogos, de modo que a pessoa possa contar com uma breve experiência sobre como serão as atividades exercidas no cargo.

Para isso, algumas práticas podem ser adotadas pela equipe, como:

  • etapas que simulem o dia a dia de trabalho. Aqui, os recrutadores têm a oportunidade de identificar aspectos técnicos e comportamentais. Enquanto terá a possibilidade de entender quais são os conhecimentos prévios daquela pessoa, ainda conseguirá analisar como ele age em diferentes contextos;
  • pedido de elaboração de projetos. Porém, aqui é preciso ter um pouco de cautela. Caso o projeto seja complexo, poderá passar a percepção de que a empresa está utilizando do processo seletivo de maneira exploratória, visando trazer projetos inovadores sem a intenção de contratar profissionais;
  • utilizar jogos eletrônicos para informar aos candidatos sobre as fases do processo, trazendo desafios contínuos a serem complementados.

8. Colete feedbacks dos candidatos

Os feedbacks são importantes não apenas para trazer a percepção da equipe quanto ao desempenho daquela pessoa durante o processo. Eles serão essenciais para que o time implemente melhorias em seu processo seletivo, de acordo com a própria percepção das pessoas que estão diretamente envolvidas nas etapas.

Para que esse objetivo seja alcançado, não há a necessidade de elaborar um projeto complexo. Existem ferramentas que possibilitam o envio de pesquisas com perguntas objetivas, de modo que o candidato analise como foi o seu processo e quais são os pontos de melhoria, tanto por meio de notas quanto por meio de depoimentos.

O ideal é que esse questionário seja aplicado a todos os profissionais que tiverem contato com o seu time, independentemente se foram ou não aprovados.

Admissão digital: por que ela contribui para o engajamento do candidato?

Um erro comum cometido pelas empresas ao mencionarmos sobre processo seletivo está relacionado às etapas posteriores da aprovação daquela pessoa. Quando envia o comunicado para o profissional de que ele fará parte do quadro de colaboradores da organização, ainda existe a necessidade de trazer uma percepção positiva em relação à sua experiência.

Nesse contexto, a admissão digital se destaca. A partir dessa ferramenta, o time de RH tem a possibilidade de:

  • admitir um colaborador em pouco tempo depois do primeiro contato, contribuindo para que elimine muitas fases burocráticas envolvidas nesse processo;
  • traz a possibilidade de a equipe gerenciar o processo em tempo real, o que possibilita identificar se existe algum erro ou não na contratação de pessoas recém-admitidas;
  • oferece ao candidato uma experiência de admissão responsiva;
  • possibilidade de a pessoa assinar eletronicamente todos os documentos necessários, contribuindo para a contratação de profissionais de qualquer pessoa do país (eliminando barreiras geográficas);
  • traz a oportunidade de a pessoa ter suas dúvidas respondidas de forma ágil e prática.

Especialmente em um contexto no qual o candidato ainda está em dúvida sobre mais de uma empresa, esse contato próximo e o cuidado na admissão serão essenciais para que a pessoa entenda que há uma organização nos processos, facilitando a sua escolha.

Neste material, você pôde conferir algumas dicas sobre como aumentar o engajamento do candidato no processo seletivo, além de conferir como a admissão digital contribui nesse cenário. Seja qual for a estratégia adotada, é preciso contar com um bom planejamento, além de incentivar que todo o time mantenha uma comunicação próxima e alinhada com as pessoas que tiverem contato com a sua empresa.

Se deseja ficar por dentro de mais informações sobre a admissão digital, entre em contato com a gente, converse com nossos profissionais e conheça a unico | people.

Artigos relacionados