Por categoria:

  • Tecnologia

Saúde 4.0: entenda o que mudou com a transformação digital na saúde

Avatar
Camila Silva
  • 27 de julho de 2021
  • 5 min de leitura
infocheck

O uso da tecnologia vem sendo recorrente em grande parte dos setores. Afinal, estamos passando pela quarta revolução industrial, também denominada Indústria 4.0. Nesse contexto, surge um conceito que vem sendo muito discutido: o da saúde 4.0. A transformação digital também chegou nesse segmento, responsável por trazer uma movimentação interessante nas empresas. Não basta apenas continuar com as soluções já tradicionais: é preciso buscar por alternativas mais inovadoras.

Pensando nisso, elaboramos este conteúdo para que você entenda o que é a Saúde 4.0, quais são os benefícios que ela traz para o setor, além de conferir dicas de como se preparar para essas mudanças. Continue a leitura e saiba mais!

O que é Saúde 4.0?

As mudanças trazidas pela Indústria 4.0 impactam diferentes setores. Nesse caso, a saúde 4.0 terá como foco buscar por tecnologias e soluções que podem ser aplicadas na área da saúde, de modo que traga ferramentas inovadoras que possam otimizar a rotina dos profissionais, como:

Ao entendermos como foi a evolução do segmento até chegar no que conhecemos hoje, precisamos analisar detalhadamente as quatro fases das revoluções industriais. Entenda como foi o processo:

  • primeira fase — nessa época, toda a produção ainda era feita de forma manual, quando houve o início da mecanização de processos;
  • segunda fase — aqui, o mercado passou a ter produção em massa, além de o uso da eletricidade ter começado a ganhar destaque;
  • terceira fase — a tecnologia começou a facilitar os processos de diferentes segmentos. Aqui, houve investimento em computação, em telecomunicações e na tecnologia da informação;
  • quarta fase — inteligência artificial e o uso de soluções mais inovadoras são o destaque, refletindo diretamente nos mais variados setores.

Em todas essas fases, podemos observar algumas transformações ocorridas na área industrial. Porém, elas refletem nas demais áreas, de modo que também passem por mudanças que tragam melhorias tanto para profissionais quanto para as pessoas que utilizam esses serviços.

Quais são as principais soluções envolvidas na saúde 4.0?

Muito se fala no uso da tecnologia que facilita a rotina de profissionais e de pacientes na área da saúde. Mas quais seriam as principais soluções envolvidas nesse processo? Entenda!

Digitalização de dados

No dia a dia de hospitais, os prontuários eletrônicos já são uma realidade. Porém, com o avançar da solução, houve a necessidade de integrar as informações, de modo que qualquer profissional tivesse acesso às informações dos pacientes.

Nesse contexto, surgiram sistemas de registros médicos que trazem essas possibilidades. Um profissional, por exemplo, é capaz de emitir receitas, atestados, entre outras funções da rotina acessando o histórico daquela pessoa em específico.

Futuramente, qualquer outro médico terá a possibilidade de verificar esses procedimentos, o que permite uma maior efetividade nas decisões tomadas e em uma anamnese mais completa.

Computação em nuvem

A computação em nuvem tem ganhado destaque para diferentes segmentos. Na área da saúde, não é diferente. Trata-se do armazenamento de informações em servidores externos, a partir do uso da internet.

O que isso impacta na relação médico-paciente? Se uma pessoa se consultar em região diferente de onde ela mora, mesmo que ela não saiba sobre o seu histórico e não tenha consciência dos últimos procedimentos feitos, o profissional tem a oportunidade de consultar essas informações. Para isso, basta ter acesso à internet.

Outro ponto que se beneficia nesse sentido é a possibilidade de gerar informações mais integradas (da mesma forma que a digitalização de dados). Quando um paciente realiza uma bateria de exames, é comum que profissionais de diferentes áreas entendam como a pessoa está e quais são os pontos de atenção. Nesse sentido, de forma prática, ele pode fazer essa avaliação, o que torna os atendimentos mais rápidos e produtivos.

Internet das Coisas

Internet das Coisas se refere à conexão de objetos físicos com a internet. Dessa forma, alguns itens do dia a dia médico podem ser conectados à rede, coletar e transmitir dados. Para o seu funcionamento, é preciso contar com uma rede que viabiliza a troca de informações entre aparelhos, de modo que ocorra a automatização das ações.

Entre os ganhos que isso traz para a área da saúde, destacamos especialmente:

  • mais rapidez e eficiência nos diagnósticos realizados;
  • maior qualificação para a prevenção de doenças;
  • mais efetividade para a personalização de tratamentos;
  • mais segurança no acompanhamento médico à distância, além de ocasionar em maior praticidade;
  • redução de danos e perdas com materiais;
  • gerenciamento de riscos elaborado com mais eficiência.

Hoje, por exemplo, já existem pulseiras capazes de medir a frequência cardíaca das pessoas, e até mesmo de trazer informações sobre calorias perdidas durante um exercício. A ideia é de que, mais adiante, essas soluções contribuam para controlar sinais vitais, glicose, oximetria, entre outros pontos.

Big data

O conceito de big data se refere a um alto volume de dados gerados diariamente, o que exige a busca por soluções mais eficientes para analisá-los. Na área da saúde, alguns ganhos podem ser observados a partir desse uso, como:

  • trazer a possibilidade de identificar quais são os grupos de pacientes que são mais suscetíveis a determinadas doenças;
  • quais são as pessoas que mais sofrem complicações para determinado problema;
  • quais são os grupos que melhor se aderem a um tratamento;
  • quais são as principais complicações, entre outros.

Um uso recente do big data na área da saúde esteve relacionado ao tratamento da Covid-19. Em todo o mundo, foram muitos dados gerados diariamente de algo completamente novo para o setor. Era necessário analisar continuamente as informações, de modo que percebessem tendências para realizar novos treinamentos e conhecer o comportamento da doença.

Consequentemente, há a oportunidade de criar estratégias individualizadas, de modo que maximize o cuidado médico.

Quais os impactos da saúde 4.0 para o setor?

Agora que você já sabe o que é a saúde 4.0 e quais são as principais soluções, chegou o momento de entendermos quais são os impactos que ela traz para o setor. Confira!

Análise de dados de paciente

O primeiro deles está relacionado à análise de dados do paciente. Conforme explicamos, existe a possibilidade de identificar tendências de diferentes tipos de doenças, obter históricos mais completos, além de indicar tratamentos que sejam direcionados especificamente para a realidade de alguns grupos.

Atendimento mais humanizado

Além disso, um dos principais impactos promovidos pela saúde 4.0 é o atendimento humanizado. Trata-se do atendimento baseado de forma mais atenciosa com o paciente, de modo que vá além de apenas transmitir um diagnóstico, como também haja a preocupação em ouvir, respeitar as opiniões das pessoas, aconselhar, entre outras práticas que permitam um tratamento com dignidade para aquela pessoa.

Dessa forma, há a oportunidade de estreitar a relação existente entre médico e paciente, o que gera uma escuta mais ativa, bem como promove uma atenção efetiva com aquela pessoa.

Otimização das consultas

Conforme vimos, o médico pode consultar diferentes informações sobre o histórico daquele paciente. Nesse sentido, há uma otimização das consultas, pois grande parte das perguntas não precisam ser refeitas. Isso traz diferenciais para a rotina do profissional, além de proporcionar uma melhor experiência para a pessoa que frequenta o consultório.

Descobertas para a área da saúde

Por fim, a saúde 4.0 proporcionará descobertas para a área. São muitas as soluções que podem ser utilizadas a favor do segmento, contribuindo para identificar doenças que ainda não são de conhecimento de profissionais, entender práticas preventivas, além de ser a oportunidade de os próprios médicos poderem se dedicar a estudos e pesquisas, com recursos que cheguem a diagnósticos que trarão ganhos para toda a sociedade.

Neste conteúdo, você pôde entender o que é a saúde 4.0, quais são os impactos positivos gerados por ela, além de conferir algumas das soluções que vão ganhar destaque com o uso de tecnologias no setor. Conforme vimos, a indústria 4.0 impacta diretamente diferentes segmentos. Na área da saúde, possibilita mais estudos e mais diagnósticos, o que reflete em descobertas que podem salvar vidas e entender comportamentos de grupos em diferentes contextos (como o de uma pandemia, por exemplo).

Outro conceito bastante discutido nos dias de hoje é a sociedade 5.0. Se você deseja saber o que é e quais são os seus impactos, continue no blog e acompanhe nosso outro material!

Conheça o unico | check
thumb
Identifique seus clientes com a maior base biométrica facial do Brasil
  •  icone Reduza fraudes de identidade
  • icone Agilize seu processo de onboarding
  • icone Reduza custos com antifraude
  • iconeElimine custos com mesa de análise
Conheça nossa solução
icone carta

Inscreva-se e fique por dentro das tendências da biometria facial.

Artigos relacionados