Por categoria:

  • biometria
  • Tecnologia
  • Transformação Digital

Autenticação Facial: quais as vantagens e benefícios?

Martha Kanagusko
  • 23 de setembro de 2022
  • 5 min de leitura
infocheck
Autenticação Facial: quais as vantagens e benefícios?

Com o uso da internet, no dia a dia, é possível agilizar várias atividades. Ela é um meio de comunicação, estudo, pesquisa, trabalho, entretenimento, network, rede social, negócios, acesso ao e-commerce, serviços públicos, bancários e financeiros. Podemos resolver diversos assuntos, com um smartphone conectado à web, sem gastar o tempo necessário para o atendimento presencial.  

Contudo, seja qual for a circunstância, a segurança digital deve ser encarada como prioridade tanto pelas empresas proprietárias de sites e aplicativos quanto pelos usuários desses sistemas. Na atualidade, existem tecnologias que ajudam a prevenir e combater diversos problemas que ocorrem no mundo virtual como, por exemplo, a fraude de identidade em fluxos online. Além disso, com uma solução completa de segurança digital, é possível melhorar a experiência do usuário. 

Uma tecnologia que está em alta no mercado, sendo utilizada por empresas de todos os segmentos, é a biometria facial. A ferramenta serve para realizar a autenticação facial do usuário no momento do cadastro e em transações futuras. Ela é aplicada ao acesso à plataforma da empresa (site e/ou aplicativo) ou para validar a identidade do usuário em compras online, operações bancárias e financeiras. 

Neste post vamos mostrar quais são as vantagens e benefícios da autenticação facial para a sua empresa! Confira:

Os dados biométricos da face são únicos, ou seja, cada pessoa tem uma impressão facial exclusiva. Por isso, a tecnologia possibilita a realização de cadastros mais seguros, validados por biometria facial e análise de documentos pessoais (CPF, por exemplo).  Como os dados biométricos da face são únicos, ou seja, cada pessoa tem uma impressão facial exclusiva, a tecnologia possibilita a realização de cadastros e transações mais seguras, validados por biometria facial, que são somados à  análise de documentos pessoais (CPF, por exemplo) no fluxo de verificação da solução.

O procedimento é bem simples, confira o passo a passo para realização da autenticação de identidade em soluções de autenticação facial por biometria: 

  1. No momento do cadastro, o usuário faz a selfie (em tempo real), utilizando a câmera do smartphone ou webcam do computador; 
  2. O leitor biométrico captura a imagem, extrai as informações relativas aos pontos nodais da face e gera a impressão facial; 
  3. A biometria facial do usuário é comparada a outros bancos de faces, ao mesmo tempo que ocorre a comparação dos documentos fornecidos; 
  4. A solução, então, gera o score de autenticação (escala de pontuação). Se não houver inconsistência de dados, a identidade do usuário é validada. 

Feito isto, a biometria facial fica armazenada no banco de dados da empresa responsável pelo procedimento e poderá ser aplicada em diversos processos recorrentes. Ao invés de usar senhas e outros métodos para validar e/ou autenticar a identidade do seu cliente, a solução  libera o acesso através da autenticação facial. 

Quais os benefícios da autenticação facial?

A tecnologia de autenticação facial ganha espaço no mercado por vários motivos, entre os quais: 

1. Alta precisão 

A identificação facial possui alto índice de assertividade. A Taxa de Aceitação Falsa (FAR) é inferior a 0,002% e a Falsa Taxa de Rejeição (FRR) está abaixo de 1%. Na prática, isto significa que a biometria facial é uma tecnologia eficaz para validar e autenticar a identidade do seu cliente com segurança e eficácia. 

2. Mais segurança às transações

A autenticação digital bloqueia as tentativas de fraudes de identidade. Cada pessoa tem uma impressão facial única, não sendo possível falsificá-la. Com a tecnologia de autenticação facial, sua empresa protege o negócio contra os prejuízos decorrentes de transações realizadas por fraudadores de identidade e otimiza fluxos de atendimento. 

3. Automatização de processos 

Procedimentos manuais para validar a identidade do usuário (digitação de login e senha, por exemplo) podem ser substituídos pela autenticação facial. Com a tecnologia de  reconhecimento facial, é possível automatizar diversos processos durante a jornada do cliente, propiciando conveniência, segurança e fluxos mais rápidos. 

4. Redução de custos operacionais 

A empresa poderá reduzir custos com a gestão de códigos de acesso, verificações em duas etapas e mesas de análises após a implantação da tecnologia de autenticação facial. Com a automatização de vários procedimentos, é possível racionalizar os custos operacionais. 

5. Diminui prejuízos com estorno 

Para as empresas que oferecem atendimento online, o reconhecimento facial é indispensável à validação da identidade do usuário. Dessa forma, é possível prevenir os prejuízos gerados pelo estorno de valores recebidos por compras feitas por fraudadores de identidade.  

6. Integração com outros sistemas 

A autenticação facial é uma solução tecnológica que pode ser integrada facilmente a outros softwares de segurança digital com a vantagem de que a empresa terá uma plataforma antifraude atualizada e em conformidade com a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGDP)

7. Credibilidade no mercado 

Empresas que disponibilizam ambientes virtuais seguros e eficientes, associado à qualidade de atendimento, têm mais chances para conquistar a credibilidade do público-alvo do negócio. À medida que a transformação digital avança, é vital investir em tecnologias que propiciem segurança aos usuários do site e/ou aplicativo da empresa. 

Como a autenticação facial pode ser utilizada?

A autenticação facial pode ser utilizada em diversos fluxos dos mais variados segmentos de mercado. Confira alguns:

  • Cadastro para abertura de conta digital;
  • Acesso aplicativos e devices, substituindo senhas e a verificação em duas etapas;
  • Validação da identidade do usuário em operações transacionais;
  • Praticidade e agilidade ao check-in e/ou checkout em áreas de acesso controlado;
  • Pagamentos com a face;
  • Reset de senha;
  • Personalização do atendimento;
  • Entre outras aplicações.   

Como a autenticação facial evita fraudes de identidade?

A autenticação facial é um procedimento bastante eficaz para realizar o cadastro qualificado de usuários e proporcionar segurança às transações posteriores. Fraudadores de identidade podem obter dados de acesso (login + senha) e documentos (CPF e cartão de crédito, por exemplo) de várias maneiras, porém, não conseguem se passar por outra pessoa ao tentar utilizar uma plataforma digital (site e aplicativo) integrada à uma solução completa de biometria facial. 

O nível de precisão da biometria facial é de aproximadamente 99,8%, de acordo com o Instituto Nacional de Padrões de Tecnologia dos Estados Unidos (EUA). Os dados biométricos da face são armazenados em forma de código binário encriptado de alta complexidade, inviabilizando as tentativas de fraudes de identidade. 

1. Autenticação facial no cadastro do usuário

O uso da biometria facial no cadastramento de usuários evita a inclusão de possíveis fraudadores de identidade no banco de dados da empresa. Com a solução completa de biometria facial, é possível comparar a selfie da pessoa e os dados do CPF com imagens armazenadas em bancos de faces integrados à ferramenta. Ao final desse procedimento, é gerado o Score de Autenticação para validar a identidade do usuário. Contudo, se a ferramenta detectar inconsistência de dados (selfie + CPF), o cadastro do usuário não será aprovado. 

2. Autenticação facial para realizar transações

Este procedimento bloqueia instantaneamente as tentativas de fraudes de identidade. Com o cadastro da biometria facial do usuário, as operações transacionais tornam-se mais seguras porque, em cada uma delas, o sistema solicitará a autenticação facial para aprová-las. Neste momento, a selfie da pessoa, que deseja acessar a plataforma e realizar transações, será comparada ao banco de biometria facial de usuários da empresa. Havendo conformidade de dados (match entre a selfie e biometria facial cadastrada), a ferramenta gera o Token Biométrico, liberando a transação. Caso contrário, sem a autenticação facial, a operação não será aprovada.  

Como a autenticação facial melhora a experiência do usuário?

A jornada do usuário, em ambientes virtuais, precisa ser prática, intuitiva e segura. Pontos de fricção podem desestimular o usuário a prosseguir a navegação. Para uma plataforma de vendas, por exemplo, isto pode representar a desistência da compra ou contratação do serviço. Um ponto de fricção pode ser a verificação em duas etapas para validar a identidade do usuário. É uma medida de segurança, mas incômoda para quem deseja agilidade no consumo online. 

Já através da autenticação digital – que é  um procedimento simples e seguro – o cliente consegue realizar seu cadastro instantaneamente e agilizar o fluxo dos processos recorrentes. A biometria facial é uma solução tecnológica assertiva, com baixo nível de fricção e, de modo geral, as pessoas já estão acostumadas a fazer selfies com as câmeras dos smartphones, por isso, ficam mais à vontade no momento do cadastro biométrico da face.

Em síntese, podemos dizer que a autenticação facial melhora a experiência do usuário porque aumenta a sensação de segurança, proteção de dados e privacidade (bloqueia o acesso dos fraudadores de identidade) e tem baixo nível de fricção, além de tornar a jornada mais dinâmica, em sintonia com o ritmo de vida da era digital.  Para saber mais sobre os benefícios propiciados por uma solução de autenticação facial, acesse o site do Unico Check.

Conheça o unico | check
thumb
Identifique seus clientes com a maior base biométrica facial do Brasil
  •  icone Reduza fraudes de identidade
  • icone Agilize seu processo de onboarding
  • icone Reduza custos com antifraude
  • iconeElimine custos com mesa de análise
Conheça nossa solução
icone carta

Inscreva-se e fique por dentro das tendências da biometria facial.

Artigos relacionados