Por categoria:

  • biometria
  • E-commerce
  • Fraudes
  • Segurança da Informação
  • Tecnologia

Autenticação digital: a importância de uma boa UX nesse processo

Camila Silva
  • 29 de outubro de 2021
  • 5 min de leitura
infocheck
Autenticação digital: a importância de uma boa UX nesse processo

Seja o seu negócio um e-commerce, seja um aplicativo ou até uma instituição financeira, existe a necessidade de buscar por alternativas que contribuam para a segurança das informações e também para que os contratos tenham validade jurídica.

Neste sentido, a autenticação digital se destaca, uma vez que garante a veracidade dos dados de forma prática e fácil, além de oferecer uma boa experiência para o seu usuário.

Neste material, a gente explica mais detalhes sobre o que se trata a autenticação digital, apresenta alguns dos seus principais tipos, além de trazer as vantagens de adotar em seu negócio. Continue a leitura e tire suas dúvidas!

O que é autenticação digital?

Autenticação digital é qualquer processo cujo objetivo é identificar o autor de um documento por meio online. Entenda: para fazer o cadastro em um aplicativo de transporte, um motorista precisa trazer a sua documentação (de acordo com o que é solicitado). Porém, como é possível provar que aqueles dados de fato são do usuário que acabou de entrar no app? Justamente por meio da autenticação digital.

Em um e-commerce, por exemplo, também é importante realizar essa etapa no processo de compra para evitar fraudes de identidade, de modo que criminosos em posse de documentos de outras pessoas não consigam realizar as suas compras.

Já em uma instituição financeira que deseja digitalizar os processos da organização, também há a possibilidade de utilizar essa autenticação para realizar as fases de análise de crédito e envio de materiais para a sua mesa de crédito, sendo esse um importante diferencial competitivo para o mercado.

Essas são apenas algumas das múltiplas alternativas em que a autenticação digital pode ser utilizada. Quando ela é feita, ainda há o diferencial de que apenas pessoas autorizadas podem ter acesso a alguns documentos, uma vez que elas ficam protegidas por tokens, senhas ou qualquer outra opção que impeça ataques.

Como é possível realizar a autenticação digital?

Conforme vimos, a autenticação digital pode ser utilizada em diferentes tipos de empresas, de acordo com os objetivos e interesses. Porém, quais são as diferentes formas que permitem a sua realização no negócio? A seguir, a apresentamos algumas das opções de certificação da idoneidade. Veja!

Fator de característica

Talvez esse seja um dos mais seguros métodos de autenticação digital, uma vez que vai utilizar a característica do usuário. Dessa forma, não há possibilidade de um criminoso roubar a senha ou ainda de conseguir acesso ao token enviado no celular.

Nesse caso, a tecnologia vai utilizar as particularidades físicas da pessoa por meio da biometria. No reconhecimento facial, por exemplo, basta o usuário tirar uma selfie para que essa informação seja enviada ao banco de dados e armazenada.

Assim, sempre que precisar retornar para o app ou para a sua conta, tirando novamente uma foto, ele consegue dar continuidade com as atividades.

Fator de conhecimento

Existe o fator de conhecimento. Nele, a pessoa já tem uma informação pré-cadastrada que possibilita o acesso aos materiais. Aqui, pode ser feito a partir do PIN, senha ou número de documento.

Somente após a pessoa informar esses dados é que consegue dar continuidade ao processo, seja para uma simples leitura ou para fechar a negociação com a instituição ou empresa.

Fator de posse

No fator de posse, o usuário conta com alguma ferramenta ou equipamento que servirá como uma autenticação para realizar as suas atividades. O celular, por exemplo.

Por meio dele, pode ser enviado um 2FA ou um token, que precisará ser informado no momento de entrar na documentação ou para a continuidade do cadastro em um aplicativo — e também para as outras diferentes alternativas que podem ser adotadas no uso da autenticação digital.

Quais são os principais mecanismos utilizados para a autenticação digital?

Agora que você já sabe como é possível realizar a autenticação digital, vamos explicar os principais mecanismos utilizados para que ela possa ser concluída. Confira!

Biometria

A biometria é um dos métodos mais seguros quando falamos sobre autenticação digital. Isso porque é necessário dispor das características do usuário, como o reconhecimento facial ou suas digitais, algo único e pessoal de cada um.

Mas os diferenciais desse tipo de tecnologia não se resumem apenas à segurança; por meio dela, ainda há a possibilidade de:

  • facilitar o onboarding de novos clientes e agilizar o atendimento nas mais diversas frentes;
  • personaliza o atendimento;
  • minimiza ruídos na comunicação com o cliente, o que contribui para que haja uma experiência de compra mais positiva nas diferentes etapas do processo;
  • contribui de forma direta para a redução de fraudes, especialmente aquelas ligadas à identidade e cartões;
  • reduz a necessidade de contato da sua equipe com os usuários, sendo esse um importante diferencial que aumenta a produtividade do time;
  • desburocratiza os processos do negócio, o que se torna um diferencial competitivo para a instituição;
  • contribui para trazer mais economia para o negócio, principalmente por evitar a necessidade de outros tipos de autenticação.

Além disso, deve-se destacar que as empresas precisaram se adaptar a um contexto com pouco contato. As ações implementadas fizeram com que houvesse a necessidade de buscar alternativas para manter com as estratégias, uma vez que elas traziam mais facilidades para os clientes (principalmente relacionadas à diminuição da burocracia).

Ou seja, o negócio que não se adaptar a esse cenário, certamente perderá oportunidades e pode sofrer as consequências a médio ou a longo prazo.

Senha

A senha é um dos mecanismos mais conhecidos. Porém, com a ação de criminosos cada vez mais complexas, não é um método muito seguro para ser utilizado sozinho. Múltiplos fatores explicam essa afirmativa:

  • usuários que colocam senhas fracas em seus cadastros;
  • facilidade para coletar essas informações a partir de ataques de phishing.

Por essa razão, a autenticação multifatorial tem sido muito utilizada pelas empresas, independentemente de qual seja o nicho de atuação. Assim, somente ter a posse da informação de senha não é o suficiente para concluir o processo de ataque.

SMS

Muita gente acha que o uso do SMS não é mais comum entre as empresas. Porém, é considerado um dos mais versáteis. Por meio dele, há a possibilidade de enviar lembretes para os usuários, de manter um canal próximo de comunicação, além de ser uma ferramenta que garante a segurança das pessoas e das suas informações.

Nesse caso, um código é enviado ao aparelho do cliente. Esse código é digitado no documento ou no acesso que ele precisa ser realizado, o que dará a validação do processo.

Token

Já o token é um dispositivo que mais se parece com um chaveiro. Ele vai oferecer para o usuário códigos e chaves aleatórias, que podem ser substituídas por um curto espaço de tempo.

Trata-se de mais um processo que também dificulta a ação de criminosos, justamente por poder ser utilizado apenas uma vez e ainda expirar em poucos segundos.

Quais são as principais vantagens da autenticação digital?

Agora que você já sabe algumas das principais informações relacionadas à autenticação digital, chegou o momento de conhecermos as vantagens de adotar em seu negócio.

Conforme vimos, destaca-se, especialmente, a versatilidade, uma vez que ela pode ser utilizada em organizações de diferentes segmentos.

Segurança nas negociações

A principal delas, e talvez a mais óbvia, está relacionada à segurança nas negociações proporcionada pela autenticação digital. Conforme vimos, quando a empresa solicita apenas o uso de uma simples senha, traz mais facilidade para as ações de criminosos pelos mais diversos motivos. Por meio da autenticação digital, as ferramentas utilizadas deixam o sistema mais robusto.

Em um e-commerce, vai haver a possibilidade de barrar fraudes, evitando que pessoas realizem compras em posse de documentos de outras. Em aplicativos de transporte, vai trazer mais credibilidade, uma vez que os motoristas passarão por diferentes etapas de aprovação. Nas instituições financeiras, especialmente as que utilizam apps, vai desburocratizar processos e aprimorar a experiência das pessoas que buscam pelos seus serviços.

Mais agilidade nos processos

Além disso, devemos mencionar sobre a agilidade proporcionada nos processos. Sem a autenticação digital, por exemplo, uma instituição financeira precisaria passar a documentação do novo cliente em diferentes etapas de aprovação, uma vez que essa é uma das fases mais importantes para a segurança do negócio.

Devemos destacar ainda o fato de que todas as etapas podem ser feitas remotamente. Conforme explicamos, esse tópico se tornou mais do que um diferencial, mas uma necessidade para as empresas.

Economia

Reduzir custos sem afetar a qualidade dos serviços e produtos oferecidos é um dos grandes desafios para as empresas. Por meio da autenticação digital, esse diferencial pode ser sentido pelas empresas, uma vez que não vai haver a necessidade de realizar impressão de documentos e nem de gastar com envio por correio quando houver a necessidade de assinatura do cliente.

Neste conteúdo, você pôde entender o que é a autenticação de documentos, quais são os seus diferenciais e principais tipos. Como vimos, o reconhecimento facial se destaca como um dos mais vantajosos. Se você deseja conhecer uma ferramenta que auxilia nesse sentido, entre em contato com a gente, converse com nossos profissionais e tire suas dúvidas!

Conheça o unico | check
thumb
Identifique seus clientes com a maior base biométrica facial do Brasil
  •  icone Reduza fraudes de identidade
  • icone Agilize seu processo de onboarding
  • icone Reduza custos com antifraude
  • iconeElimine custos com mesa de análise
Conheça nossa solução
icone carta

Inscreva-se e fique por dentro das tendências da biometria facial.

Artigos relacionados