Por categoria:

  • Autenticação biométrica

Autenticação biométrica: o que é, tipos comuns e principais vantagens

Unico Check
  • 10 de junho de 2021
  • 8 min de leitura
infocheck
Autenticação biométrica: o que é, tipos comuns e principais vantagens

A segurança de dados é uma preocupação recorrente das empresas. Além de garantir a credibilidade do negócio perante clientes e fornecedores, evita gastos desnecessários e contribui para a fidelização de clientes, bem como para uma experiência mais positiva. Nesse contexto, algumas soluções surgiram como facilitadoras para as organizações: a autenticação biométrica é uma delas. 

Considerada um dos modos mais seguros para validação e autenticação da identidade de clientes, esta tecnologia tem se destacado continuamente no mercado. Pensando nisso, elaboramos este conteúdo para que você entenda o que é autenticação biométrica, quais são os seus diferenciais e principais tipos.

Continue a leitura e saiba mais!

O que é autenticação biométrica?

Primeiro, vamos entender um pouco mais sobre o conceito de biometria. Trata-se de um termo técnico que se refere às características físicas ou comportamentais de uma pessoa. No caso da autenticação biométrica, é um modelo de identificação de identidade por meio da captura e análise de dados físicos (que são únicos para cada indivíduo), oferecendo um grau maior de segurança do que as senhas tradicionais – criadas com números e/ou letras e caracteres especiais. 

Como exemplo da vulnerabilidade do uso de senhas, podemos citar o vazamento de 8,4 milhões de credenciais, ocorrido em junho de 2021, segundo informação amplamente divulgada pela mídia nacional. Este caso veio à tona, seis meses após o mega vazamento de dados pessoais de 223 milhões de brasileiros (inclusive, pessoas falecidas). De acordo com a empresa Surfshark, especializada em privacidade e segurança online, o Brasil ocupa o 6° lugar no ranking mundial de vazamentos de dados. 

Neste contexto, fica claro que usar apenas o nome de usuário (login) e uma senha simples para acessar contas digitais já não oferecem tanta segurança como antes. Além das constantes tentativas de fraude, casos de vazamento de dados (que ocorrem cada vez mais em grandes empresas), ainda há o problema da exposição de dados sensíveis dos usuários, vítimas dessas fraudes.

Nesse sentido, a tecnologia de autenticação biométrica possibilita que a pessoa esteja menos exposta a essa vulnerabilidade, uma vez que os dados biométricos são únicos.

Quais são os principais tipos de autenticação biométrica?

30 tipos biometria

A autenticação biométrica, sem dúvida, é o meio mais assertivo e eficaz para validar a identidade, uma vez que esta solução tecnológica analisa características exclusivas de cada pessoa. A biometria facial é uma das tecnologias mais assertivas para a identificação de pessoas, mas existem outros tipos de autenticação biométrica: 

Biometria facial

Biometria facial é uma das mais conhecidas e talvez uma das que mais oferece segurança para as empresas e seus clientes. Trata-se de uma ferramenta que mapeia as características faciais da pessoa e armazena dados como uma espécie de impressão facial. Como isso acontece? Por meio de algoritmos. Eles comparam as imagens armazenadas em bancos de dados com a foto tirada na hora, o que permite  autenticar a identidade do usuário com segurança.

Ao realizar essa verificação, são identificados cerca de 80 pontos nodais na face. Isto é, em nosso rosto há diversas características que o tornam único, permitindo que o sistema só dê acesso aos aplicativos e demais informações à pessoa que de fato está autorizada para isso, ou seja, que comprove sua identidade. Entre os pontos nodais, pode-se destacar:

  • Largura do nariz;
  • Distância entre os olhos;
  • Formato das maçãs do rosto;
  • Profundidade dos olhos;
  • Entre outros.

De forma resumida, o reconhecimento facial funciona da seguinte maneira:

  • Uma câmera com um equipamento simples captura o rosto da pessoa;
  • O registro feito será enviado a um sistema;
  • Quando o envio é realizado, o sistema faz a leitura detalhada do rosto, conforme suas características;
  • As informações capturadas são codificadas, como uma sequência numérica digital – os algoritmos;
  • Essa sequência automaticamente é anexada ao cadastro de cada usuário;
  • Um banco de dados arquiva essas informações capturadas e serve como consulta para cada nova face que precisa ser verificada;

Dessa forma, é criada a identidade facial biométrica daquela pessoa.

Entre as principais vantagens de contar com esse tipo de autenticação, destaca-se especialmente a facilidade de os usuários utilizarem o reconhecimento facial. Hoje, a maioria das pessoas já conta com um aparelho celular que tenha câmera, além de a ferramenta exigir poucas configurações.

autenticacao por biometria

Reconhecimento de impressão digital

Outro tipo de autenticação biométrica é por meio de impressão digital. Não é uma maneira de autenticação nova, uma vez que os órgãos governamentais de segurança pública analisam a impressão digital, por exemplo, para confirmar a identidade de suspeitos de crimes. Em nossos celulares, também vem sendo adotada com mais frequência para desbloquear os aparelhos – mais uma vez, no lugar das tradicionais senhas.

Entre os diferenciais que ela traz, destaca-se o fato de ser uma das modalidades mais onipresentes do mercado. Porém, existem fatores que influenciam na qualidade da leitura, que não a torna tão precisa quanto à biometria facial. Dedos molhados ou sujos, por exemplo, são alguns desses pontos, o que traz os riscos de o sistema não ler as características com tanta qualidade – ou até mesmo de não conseguir identificar os dados.

Reconhecimento ocular

O reconhecimento ocular pode ser feito de duas formas distintas: os sistemas estão aptos para lerem tanto a íris quanto a retina do usuário. Esse tipo de reconhecimento é utilizado em exames oftalmológicos, por exemplo. 

No caso da retina, o sistema mapeia o padrão do usuário, que é único devido aos vasos sanguíneos presentes no órgão. Já no caso da íris, há uma análise dos anéis coloridos encontrados no local.

Entre os diferenciais, destaca-se o fato de que esse tipo de reconhecimento pode ser tão rápido e preciso quanto o reconhecimento facial, porém, muitas vezes, é menos amigável. Quanto aos contras, é importante ressaltar que algumas situações impedem uma leitura mais detalhada, como a exposição ao sol, por exemplo.

Reconhecimento de voz

Como o próprio nome já diz, o reconhecimento de voz analisa o som da voz do usuário. A voz de cada pessoa, assim como a íris e os pontos nodais da face é única. Ela é determinada pelo trato vocal formado do nariz, laringe e boca.

Entre os diferenciais, destaca-se o oferecimento de uma experiência de autenticação conveniente. Porém, vários fatores podem atrapalhar:  o ruído de fundo, por exemplo, pode distorcer as gravações. Além disso, qualquer situação que impacte a voz pode impedir seu reconhecimento, como um resfriado, bronquite ou outras doenças. 

Quais as vantagens da autenticação biométrica por reconhecimento facial

Segundo relatório da Global Market Insights, o uso da biometria facial deve crescer em torno de 18% até 2026. Levantamento feito pela empresa Allied Market Research, especializada em consultoria global, a biometria facial deve movimentar US$ 9,6 bilhões, este ano, no mercado mundial.  

As estimativas robustas demonstram que a autenticação biométrica por reconhecimento facial proporciona vários benefícios aos negócios: 

Prevenção de fraudes de identidade

Um dos pontos importantes trazidos pela autenticação biométrica é a redução de fraudes de identidade. Empresas de todos os segmentos têm a necessidade de buscar meios que contribuam para aprimorar processos, prevenir e combater fraudes de identidade e, dessa forma, reduzir os riscos de perdas financeiras, entre outras consequências negativas contra os negócios. 

A autenticação biométrica é uma ótima opção como solução antifraude, uma vez que essa tecnologia elimina a necessidade de documentos em papel, além de não haver a possibilidade de usar dados roubados de outras pessoas.

Melhora a experiência do usuário

A biometria facial é uma tecnologia que permite validar e autenticar a identidade sem contato físico, com rapidez e assertividade. O uso desta ferramenta otimiza os fluxos de atendimento nos processos cadastrais e transacionais, diminuindo a fricção, o que contribui para a melhora da experiência do usuário. Ao disponibilizar a biometria facial, a empresa demonstra interesse em tornar o relacionamento com os clientes mais seguros e ágeis. O cliente sente mais confiança para realizar transações online quando a empresa oferece soluções eficazes para barrar fraudadores de identidade. 

validacao biometrica

Redução de custos

As empresas de qualquer segmento têm a necessidade de buscar continuamente a redução de custos para aumentar a competitividade do negócio, mas com uma atenção especial para que isso não afete a qualidade dos produtos e serviços oferecidos.

Através de uma  solução de autenticação biométrica via biometria facial sua empresa consegue simplificar e agilizar os fluxos de atendimentos presenciais e/ou digitais. 

Caso o negócio tenha um aplicativo para os clientes, por exemplo, o tempo que o  suporte gasta com questões relacionadas a fraudes ou perdas de senha/login também será reduzido.

Mais credibilidade para a empresa

Constantemente, temos nos deparamos com problemas relacionados a fraudes ou vazamento de dados. Quando isso acontece, a imagem da empresa fica seriamente prejudicada no mercado, o que pode afetar, inclusive, o fechamento de novos negócios. 

Como vimos, a autenticação biométrica reduz significativamente esse gargalo, por ser um tipo de solução que oferece muito mais segurança para usuários e para as próprias empresas do que as tradicionais senhas.

Otimização de processos

Otimizar processos dentro de uma empresa é um diferencial que deve ser buscado por todas as organizações. Dessa maneira, haverá maior confiabilidade nas entregas, mais sinergia e integração entre as áreas, além de a equipe poder usufruir de maior produtividade, tendo a possibilidade até mesmo de se dedicar para funções mais estratégicas e voltadas para os resultados do negócio.

Nesse sentido, a autenticação biométrica se destaca como uma tecnologia altamente eficaz e assertiva para validar e autenticar a identidade de clientes de empresas de todos os segmentos. Em vez de processos longos e burocráticos, o primeiro contato do cliente com o seu negócio será facilitado, contribuindo também para uma melhor experiência e para mais conversão em vendas. 

guia-completo-biometria-prevencao-fraude

Quais os principais segmentos que podem se beneficiar com a autenticação biométrica? 

A tecnologia de biometria facial pode ser aplicada ao cadastro de usuários e autenticação da identidade em processos transacionais como, por exemplo, compras online e pagamentos digitais. Empresas de todos os segmentos podem (e devem!) investir em uma solução completa de autenticação biométrica: 

E-commerce e varejo  

A autenticação da identidade por biometria facial ajuda a proteger os negócios contra as fraudes de identidade e melhora a experiência do usuário. Ela pode ser aplicada em todas as transações digitais, desde a atualização cadastral a operações que exigem o uso de dados bancários, cartão de crédito e pagamentos digitais. Além disso, com a autenticação biométrica, a empresa obtém melhores resultados no atendimento integrado (online + loja física), disponibilizando o checkout do cliente através do reconhecimento facial. 

Bancos e fintechs  

A autenticação biométrica fortalece o sistema de segurança digital das instituições bancárias e fintechs, reduzindo os riscos e os prejuízos decorrentes de fraudes de identidade. A tecnologia proporciona mais agilidade e fluidez à jornada de atendimento digital, protege os dados dos clientes e bloqueia transações online, quando a identidade do usuário não é autenticada por biometria facial. 

Empresas de telecom 

A tecnologia de biometria facial possibilita a geração de cadastros consistentes, eliminando o onboarding de possíveis fraudadores de identidade. Dessa forma, as empresas de telecom conseguem reduzir as perdas financeiras decorrentes da compra de produtos e serviços por fraudadores. Afinal, a biometria facial é única de cada pessoa, não podendo ser falsificada ou clonada. 

Seguradoras

Com a autenticação biométrica, as empresas de seguros conseguem otimizar o atendimento do cliente e aumentar a produtividade de seus colaboradores, pois a tecnologia ajuda a simplificar o processo de validação da identidade, na fase de contratação da apólice, ao eliminar parte da burocracia. Feito isto, a comunicação como cliente torna-se mais assertiva e dinâmica, principalmente, em momentos que exigem um atendimento mais rápido como na ocorrência de um sinistro grave.  

Outros segmentos

A ferramenta de autenticação biométrica também pode ser aplicada a outros ramos de negócios em várias situações, tais como estes exemplos: 

  • Empresas de logística: cadastro de fornecedores e motoristas; controle de acesso aos armazéns e terminais de embarque e desembarque de mercadorias; 
  • Serviços de delivery: cadastro de entregadores; autenticação da identidade do cliente em pagamentos digitais; 
  • Setor de saúde: acesso ao prontuário médico e aos resultados de exames; identificação do usuário de plano ou seguro saúde. 

Neste sentido, o Unico Check é a solução mais completa e robusta de autenticação biométrica por reconhecimento facial do mercado, contando com funcionalidades e tecnologias para validar a identidade do cliente, no momento do cadastro e autenticá-la em processos recorrentes em empresas de diversos segmentos. Para saber mais sobre como funciona o Unico Check, acesse o nosso site. 

Conheça o unico | check
thumb
Identifique seus clientes com a maior base biométrica facial do Brasil
  •  icone Reduza fraudes de identidade
  • icone Agilize seu processo de onboarding
  • icone Reduza custos com antifraude
  • iconeElimine custos com mesa de análise
Conheça nossa solução
icone carta

Inscreva-se e fique por dentro das tendências da biometria facial.

Artigos relacionados