Por categoria:

  • biometria
  • Fraudes
  • Tecnologia

Antifraude cartão de crédito: como a biometria facial pode ajudar

Martha Kanagusko
  • 17 de agosto de 2022
  • 4 min de leitura
infocheck
Antifraude cartão de crédito: como a biometria facial pode ajudar

Os pagamentos realizados com cartões de crédito, débito e pré-pagos estão em alta. De acordo com a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs) as compras realizadas por meio de pagamentos eletrônicos devem chegar a R$ 3 trilhões até o final de 2022. Por isso, é de extrema importância que sua empresa possua uma solução antifraude cartão de crédito!

Esta evolução, desencadeada pela transformação digital, ganhou mais impulso em 2021, quando as empresas foram obrigadas a suspender o atendimento presencial para enfrentar a pandemia de COVID-19, direcionando o esforço de vendas para o mercado online e serviços de delivery.  

Em 2021, foram registrados 31,1 bilhões de pagamentos com cartões, cerca de 85 milhões de transações diárias. Comparado ao resultado de 2020, houve um crescimento de 33,4% no volume de transações pagas com cartões eletrônicos. 

O cartão de crédito liderou o ranking de 2021, totalizando R$1,6 trilhão (36,6% a mais em comparação a 2020). Os pagamentos com cartões de débito e pré-pagos também aumentaram, no ano passado, em relação ao período anterior, totalizando, respectivamente, R$916,3 bilhões (alta de 20,2%) e R$117,1 bilhões (acréscimo de 158,5%). 

Pesquisas mostram aumento nas fraudes com cartões de crédito

Em compensação, a quantidade de golpes com cartões de crédito também cresceu, em 2021. Segundo o Indicador de Tentativas de Fraude da Serasa Experian, foram registradas cerca de 4,1 milhões de transações suspeitas no ano passado. O resultado é 16,8% superior ao volume total de tentativas de fraudes de 2020, segundo o relatório da entidade. 

O principal alvo dos fraudadores foram os bancos e as empresas de cartões (2,3 milhões de movimentações suspeitas). As tentativas de fraudes também foram registradas por financeiras (746 mil ocorrências), empresas de serviços (622.697), varejo (306.768) e telefonia (148.425) também registraram tentativas de fraudes. 

Dentre as movimentações suspeitas, estão as tentativas de fraudes com cartão de crédito. As mais comuns são: 

1. Clonagem de cartão

Esta é a fraude mais comum e a que mais preocupa os titulares de cartões de crédito e débito. De modo geral, criminosos colocam dispositivos, em leitores de cartões (maquininhas e caixas eletrônicos), para copiar os dados que serão utilizados na clonagem. Depois, gastam o limite rapidamente, deixando inúmeros prejuízos. 

2. Centrais falsas de cartões

Passando-se por atendentes de bancos, financeiras e empresas de cartões, os fraudadores fazem contato por meio de ligações telefônicas ou aplicativos de mensagens, para solicitar a confirmação de dados cadastrais do cliente e do cartão.  

3. Chargeback e autofraude

O estorno de valores é uma prática comum quando o consumidor é vítima de fraudes, furto e roubo de cartões. Contudo, agindo de má-fé, há quem pratique a autofraude, ou seja, após realizar uma compra online, o titular do cartão entra em contato com a empresa para solicitar o reembolso do valor, alegando que não reconhece a transação. 

4. Combinação numérica

Utilizando um gerador de combinações numéricas, “especialistas” em fraudes cibernéticas tentam encontrar sequências válidas para cartões ativos. Depois, aplicam golpes, principalmente, no mercado online. 

5. Prática de Phishing

Para capturar dados de cartões, os fraudadores enviam e-mails, em geral, com algum tipo de oferta imperdível ou informação privilegiada, para induzir o destinatário a acessar o link e digitar os dados de identidade e cartão de crédito.

6. Troca da máquina de cartões

Este tipo de golpe é facilitado por quem trabalha na empresa. Sob a alegação de que o pagamento não foi concluído devido a problemas técnicos, a pessoa responsável pelo recebimento substitui a maquininha da empresa pelo equipamento que foi preparado para a execução da fraude.  

O que é possível fazer para proteger seu negócio contra as fraudes de cartão de crédito?

Diante desse cenário, a implantação de um sistema antifraude cartão de crédito é essencial para reduzir os riscos de prejuízos financeiros e das penalidades jurídicas decorrentes de golpes. 

Isto é possível com investimentos em soluções tecnológicas voltadas para a autenticação de usuários dos sistemas de pagamentos eletrônicos. Dentre as ferramentas de autenticação de clientes, o uso da biometria facial está em franca expansão. Eficaz, a autenticação biométrica facial pode ser feita no cadastro do cliente e nas operações transacionais. 

Com isso, a empresa obtém um controle mais efetivo e seguro das transações digitais, principalmente aquelas que envolvem pagamentos eletrônicos com cartões de crédito.

Entenda como a biometria facial pode ajudar a prevenir as fraudes com cartão de crédito

A biometria facial é uma tecnologia que compara a selfie do usuário com as informações do documento (CPF) e o conteúdo armazenado em bancos de dados avançados, entre os quais o banco de faces da Unico, um dos maiores do Brasil. 

A solução Unico Check utiliza a tecnologia de biometria facial para validar e autenticar identidades podendo ser aplicada no cadastro de usuários e nas operações recorrentes. Entenda:

Score de Autenticação

No cadastro, a validação da identidade por biometria facial depende do Score de Autenticação, que é calculado com base na análise comparativa da selfie, documento e banco de dados. 

Token Biométrico

Com o cadastro consolidado, a solução Unico Check utiliza o Token Biométrico para autenticar a identidade do cliente, liberando o pagamento com o cartão de crédito, por exemplo. Nesta situação, a selfie do cliente é comparada à sua própria biometria facial, realizada no cadastro.

Conclusão 

Com a autenticação biométrica, as empresas podem aprovar as transações feitas com cartão de crédito com mais agilidade e segurança. Isto porque, além das confirmações de praxe (login, senha e dados de pagamento), o sistema antifraude cartão de crédito solicitará o reconhecimento facial do cliente para liberar a transação.

Quer  conhecer melhora solução do Unico Check? Fale com um de nossos especialistas, basta acessar nossa página!

Conheça o unico | check
thumb
Identifique seus clientes com a maior base biométrica facial do Brasil
  •  icone Reduza fraudes de identidade
  • icone Agilize seu processo de onboarding
  • icone Reduza custos com antifraude
  • iconeElimine custos com mesa de análise
Conheça nossa solução
icone carta

Inscreva-se e fique por dentro das tendências da biometria facial.

Artigos relacionados