• Privacidade de dados

Os dados que você deixa sem perceber

  • calendário 07/10/2022
  • relógio 3 min de leitura
thumb

Cookies, e-mails tracking e compartilhamento de localização dos aplicativos, elementos muito comuns no dia a dia, mas que contêm riscos de segurança que devemos estar atentos.

Você já deixou informações importantes pelo caminho e não sabe onde foram parar? Estamos falando de cookies de sites convencionais, e-mails tracking, compartilhamento de localização dos aplicativos, elementos muito comuns no dia a dia de quem usa tecnologia, mas cujas funções são pouco difundidas em relação às suas implicações, funcionalidades e ricos. Se atentar ao que implica o uso desses elementos nos deixa mais seguros, capazes de tomar decisões mais conscientes e de identificar de forma mais rápida um site não confiável. 

Cookies de sites convencionais 

“Usamos cookies em nosso site para fornecer a experiência mais relevante, lembrando suas preferências e visitas repetidas. Ao clicar em ‘Aceitar todos’, você concorda com o uso de TODOS os cookies. No entanto, você pode visitar “Configurações de cookies” para fornecer um consentimento controlado”. Você já deve ter lido um texto como esse algumas vezes quando vai acessar algum site, mas você sabe o que significa aceitar os cookies? 

Cookies são pequenos arquivos criados por sites anteriormente visitados e que são armazenados no computador através dos navegadores. Eles, normalmente, são seguros e essenciais para a navegação web, já que permitem aos sites oferecer visitas personalizadas e convenientes aos usuários, como, por exemplo, consentir que os sites lembrem os logins que foram feitos anteriormente. No entanto, eles também podem ser focos vermelhos para riscos de segurança, já que hackers podem aproveitar as informações dos cookies para aplicar golpes cibernéticos. 

Entre os ataques de criminosos mais conhecidos está a validação de login para navegar em uma loja virtual e comprar produtos com os dados disponibilizados pelo usuário. Os sites normalmente solicitam a senha do usuário para efetuar a transação, mas em alguns casos não é tomada essa precaução e o hacker fica livre para realizar compras através do login salvo por meio dos cookies. É por isso que é importante de tempos em tempos excluir os cookies do navegador e/ou oferecer uma permissão de cookies limitada aos sites acessados, sendo medidas úteis para preservar a sua privacidade. 

Entenda como bloquear os rastreadores de e-mail

Os e-mails evoluíram. O que antes era somente texto, agora é possível utilizar imagens e distintas formatações, fazendo do e-mail quase uma página de internet. No entanto, essa evolução permite que, através de códigos de monitoramento, seja possível saber o que acontece na caixa de entrada de que os lê. 

Os e-mails tracking (ou rastreadores de e-mail) é uma forma de fazer rastreamento online usando algum tipo de elemento interativo que fornece detalhes quando interagimos com ele. Pode ser através de uma imagem muito pequena, quase invisível, que informa ao remetente sobre as atividades do leitor daquele e-mail. Ou também utilizando um link de redirecionamento, que é incorporado no e-mail, e ao clicá-lo pode induzir o usuário a comprar captar informações que são enviadas diretamente para servidores de empresas. 

Mas como podemos nos proteger disso? Bem, os usuários do Gmail são os menos vulneráveis, já que o Google analisa as imagens e realiza downloads para os seus servidores antes de liberá-las na caixa de entrada, certificando que não há conteúdo suspeito nas imagens. Outra opção, para dar mais segurança aos e-mails, seria seguir as seguintes ações:

  1. Desativar o download automático de imagens do e-mail. 
  2. Baixar imagens somente de remetentes conhecidos e confiáveis.
  3. Usar navegadores focados em privacidade, como o Google Chrome. 

Não diga aos aplicativos onde você está

Você já deve ter recebido alguma solicitação no seu smartphone Android ou iPhone solicitando acesso à sua localização. Essa ação, ainda que útil para a utilização de alguns aplicativos, caso aceitada pelo usuário pode ser utilizada para fins não desejados. Um exemplo é o envio dos dados à empresas que trabalham com publicidade, já que os dados armazenados por aplicativos podem ser compartilhados com empresas parceiras, sendo utilizados para gerar leads, que são clientes potenciais utilizados pela área de marketing. Além disso, os dados podem ficar vulneráveis e cair nas mãos de criminosos. 

Deste modo, para que você mantenha sua privacidade segura, é importante negar o pedido de acesso à localização em aplicativos que não precisam necessariamente desta informação – já que não envolvem rotas, monitoramento de saúde ou temas relacionados – e parar de compartilhar sua localização desativando essa opção no seu smartphone. Um recurso interessante é ativar o botão “Durante o Uso”, desta forma o app somente tem acesso à sua localização enquanto você está utilizando-o. 

Algo também muito importante para ter em mente é que uma vez que o local é compartilhado com empresas, não há como excluir essas informações ou recuperá-la. Por isso, a orientação é seja evitado ao máximo compartilhar sua localização com qualquer aplicativo. 

Conteúdos relacionados

icone logo n unico

Inscreva-se e fique por dentro dos melhores conteúdos

icone de um emoticon sorrindo Não se preocupe, nós nunca te enviaremos spam, ok?

Preencha nosso formulário